segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

"Feliz Natal e Boas Festa"

O ano de 2012 foi um importante ano para os estudos sobre Integralismo, em especial o período correspondente ao Partido de Representação Popular – PRP (1945-1965). Através do blog Populista foi possível ajudar inúmeros pesquisadores e curiosos sobre o tema, chegando ao número de 129 postagens, em um ano. Em 2013 seguiremos os trabalhos participando de eventos e revistas acadêmicas. Obrigado a todos que enviaram materiais sobre o tema. 


Acima imagem da revista ilustrada Anauê! n.22, p.09, 1937, editada no Rio de Janeiro pela Acção Integralista Brasileira - AIB (1932-1937) e dirigida no período pelo camisa-verde Manoel F. Hasslocher. Infelizmente a imagem não traz o autor da ilustração. 


sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

“Ministério Público Federal denuncia participantes do Leilão por receptação de obras históricas”

Adquirir artigos históricos em leilões de colecionismo é uma ótima forma para acrescer de artigos raros os acervos pessoais de colecionadores, porém deve-se tomar muito cuidado com a procedência de tais materiais, que em alguns casos podem ter origem duvidosa. No dia 18 de dezembro de 2012 o jornal O Globo noticiou que o Ministério Público Federal - MPF, do Rio de Janeiro, denunciou, 13 pessoas por receptação de bens públicos furtados do acervo do Itamaraty, da Fundação Biblioteca Nacional e do Arquivo da Cidade, todos envolvidos no "Leilão Colecionismo", que seria realizado no dia 18 de maio de 2006, no Centro do Rio.

Os furtos de peças pertencentes ao acervos públicos são notórios entre os pesquisadores, servidores e a polícia, sendo que o estado de vulnerabilidade proporcionado pela falta de segurança dos aparelhos culturais brasileiros são um convite para prática de condutas delituosas, além da prática anti-social ter o potencial ofensivo baixo, o que proporciona ao réu responder em liberdade. 

Este leilão é famoso entre os colecionadores de itens Integralistas por em diversas oportunidades disponibilizar material, de diferentes períodos do movimento, para arremate. Para maiores informações sobre esta noticia, acesse:

http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2012/12/mpf-rj-denuncia-13-pessoas-por-receptacao-de-obras-historicas.html    

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Parte II: "A Acção Integralista Brasileira no bairro do Bráz"

Trago aos leitores do blog um raro documento da Província de São Paulo, presidida pelo Chefe Provincial Sr. Manoel da Silva Telles, emitido pelo Núcleo Integralista do Bráz. Trata-se de um recibo de uma contribuição financeira, n°41, do camisa-verde João Bussili, datado de setembro-outubro de 1937, um mês antes do fechamento promovido pelo Estado Novo (1937-1945) da Acção Integralista Brasileira – AIB (1932-1937).
Nota-se neste documento dois raríssimos carimbos da Secretaria Nacional de Finanças - SNF órgão responsável pela parte financeira do movimento Integralista. As contribuições pecuniarias de  Integralistas eram feitas de acordo com suas possibilidades, respeitando o estado financeiro de vulnerabilidade de muitos militantes, sendo repartidas entre a Secretaria Nacional e o Núcleo Integralista que originou a doação. Este órgão foi responsável durante sua existência por varias campanhas nacionais para angariar doações, fomentando o crescimento da AIB, dentre elas “Taxa do Sigma” e a campanha “Doei Ouro para o Bem do Brasil”.
 
Acima imagem do recibo da contribuição financeira do camisa-verde João Bussili emitido pelo Núcleo Integralista do Bráz, Provincia de São Paulo - SP.

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

"Sobral Pinto uma vida de luta pela defesa do Estado Democrático de Direito"

O advogado Heráclito Fontoura Sobral Pinto durante sua vida não fez outra coisa senão defender, como poucos, militantes, políticos e intelectuais perseguidos por regimes autoritários no Brasil. Durante o infame Tribunal de Segurança Nacional – TSN, em pleno Estado Novo (1937-1945), defendeu Integralistas e Comunistas que ousaram se levantar contra o então ditador Getúlio Vargas (1882-1954). Segundo uma das suas sustentações orais, durante um dos inúmeros processos do período, Dr. Sobral Pinto utilizou-se da legislação de proteção aos animas para comparar as barbarias cometidas pelo Estado contra os presos políticos, demonstrando sua notável desenvoltura em expor as arbitrariedades realizadas por regimes de exceção.  
Afim de homenagear este notável personagem do direito brasileiro o Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – seccional Rio de Janeiro, Dr. Wadih Damous, convida a todos para a cerimônia em homenagem ao advogado Sobral Pinto, a ser realizada no dia 11 de dezembro de 2012, às 19:00h, na sede da OAB-RJ, localizada na Av. Marechal Câmara, n°150, térreo, Rio de Janeiro – RJ.
Durante a homenagem será exibido o filme “Sobral – O homem que não tinha preço”, seguindo-se de um coquetel, sendo o referido documentário uma ótima oportunidade para se conhecer um pouco mais da trajetória deste importante operador do direito brasileiro. Abaixo imagem de divulgação do evento.

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

"Lançamento da revista Locus, dossiê: extremismos políticos de direita"

 
Prezados leitores do blog Populista para marcar o lançamento oficial da Revista Locus, dossiê: extremismos políticos de direita, n°34, será realizado no Instituto de Ciências Humanas da Universidade Federal de Juiz de Fora – ICH/UFJF a Mesa Redonda intitulada “Extrema-Direita em Portugal: do Integralismo aos Skinheads”, no dia 06 de dezembro de 2012.
A versão online da revista já se encontra disponível no endereço: www.ufjf.br/locus, e a versão impressa pode ser adquirida pelo e-mail: revista.locus@ufjf.edu.br. Recomendo aos leitores a leitura da revista, muito dos artigos presentes neste periódico tem como autores integrantes do Grupo de Estudos do Integralismo – GEINT.
Abaixo maiores informações sobre o evento acima:
Lançamento da Revista Locus N° 34 Dossiê: Extremismo políticos de direita
Mesa Redonda: “Extrema-direita em Portugal: do Integralismo aos Skinheads”
- Prof. Fábio Chang de Almeida (Doutorando UFRGS)
- Prof. Dr. Leandro Pereira Gonçalves (PUC-SP/UFJF)
Dia: 06/12, às 18h30min,
Local: Anfiteatro 03 – ICH/UFJF,  Rua José Lourenço Kelmer, s/n, Campus Universitário, Bairro São Pedro, Juiz de Forra – MG.

domingo, 2 de dezembro de 2012

"Série Entrevista V - Sra. Cristina Fontana"

Ficha técnica 
Nome: Cristina Fontana 
Estado: Rio de Janeiro – RJ  
Profissão: Médica 

Entrevista realizada no mês de novembro de 2012 pelo pesquisador Guilherme Jorge Figueira com a neta do veterano da Acção Integralista Brasileira – AIB (1932-1937) Sra. Cristina Fontana.


Registro fotográfico realizado durante reunião política na casa do veterano da Acção Integralista Brasileira - AIB (1932-1937) Sr. Natal Elias dos Santos, em Campo Grande - RJ.
1) Sra. Cris Fontana, o que a senhora pode contar sobre seu avô Sr. Natal Elias dos Santos?

Meu avô se chamava Natal Elias dos Santos, nascido no Brasil, filho de imigrantes sírios com passaportes Turcos, fugidos da perseguição religiosa Turca aos Sírios. Seu nome em Árabe era Miled, acredito que eram cristãos, por seu nome ser Natal numa alusão à Cristo. Meu avô era um idealista, compartilhava as idéias conservadoras americanas, um adepto do self-made man, do it yourself, american way of life, e do make your day. Não à toa colocou em seu primeiro filho homem, meu pai, o nome de Calvin, em homenagem ao Presidente Norte Americano Calvin Coolidge. E tentava aplicar a seus filhos os ideais patrióticos e independentes norteamericanos e também o modo de viver do dia a dia do Norte Americano, do trabalho dignifica o homem. Sei que lia e colecionava as Seleções do Reader Digest. 

2) Sra. Cris Fontana, o que a senhora pode contar sobre seu avô Sr. Natal Elias dos Santos e sua passagem pela Acção Integralista Brasileira – AIB (1932-1937)?

Estive na casa de meu pai, como te disse ele tem Alzheimer, e ele se lembra pouco do presente, mas tem uma memória de fatos do passado. Bom, vamos lá, ele puxou o assunto e eu perguntei a minha mãe também. Quando meu pai tinha 11 anos, meu avô Natal, militante da Acção Integralista Brasileira – AIB, chegou a ser preso, por causa de Integralismo. Meu pai vai fazer 84 anos agora, ou seja ele tinha pouco mais de dez anos, meu avô foi preso entre 1939 a 1940. A casa deles, em Nova Iguaçu – RJ, foi revirada pela policia de Getúlio Vargas. Eu lembrava de uma história de um livrinho ou caderno, que meu avô tinha, minha mãe disse que era um livrinho com o nome de todos os Integralistas e que com a revista da polícia o tal livrinho foi escondido dentro do pé de uma mesa da sala, não sei se esta mobília ainda existe, e se o tal livrinho está lá dentro. Minha mãe disse que eles tiveram que sair de Nova Iguaçu e fugiram para Pedra de Guaratiba - RJ, onde ficaram morando, sei que moraram também em Anchieta - RJ. Meu avô era muito amigo de Eurípedes Cardozo de Menezes, também Integralista, e era padrinho de meu irmão. Minha mãe disse que o Raul Boaventura, de Campo Grande- RJ, proprietário e fundador do Colégio Campo Grande também era integralista, amigo deles e fazia parte do grupo. Parece que conheciam Plínio Salgado, sendo meu avô bastante ativo na região sudeste.

Ocorriam muitas reuniões políticas na casa de meu avô Natal, ele era muito conhecido e querido em Campo Grande - RJ, quando faleceu em 1969, o comércio local deixou as portas semiabertas, em homenagem à ele, sendo inclusive enterrado com a camisa verde Integralista. Quando meu avô faleceu eu tinha apenas dois anos de idade. Lembro deste dia apenas, da tristeza dos meus tios e tias. 

3) Por fim, qual a mensagem que a senhora deixa a todos os jovens que atualmente buscam informações sobre a trajetória do movimento Integralista? 

O conselho para os jovens é que sejam íntegros e verdadeiros, busquem a ética ocidental Judaico-Cristã em todos os momentos da vida. Citando o poeta português Fernando Pessoa: "Para ser grande, sê inteiro: nada. Teu exagera ou exclui. Sê todo em cada coisa. Põe quanto és. No mínimo que fazes. Assim em cada lago a lua toda  Brilha, porque alta vive". Viver os altos ideais da ética ocidental judaico-cristã e deixar esta luz brilhar em cada atitude dos pequenos atos diários

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

" II Natal com Histórias em Rio Claro - SP"


O Município de Rio Claro, localizado no interior do Estado de São Paulo, é conhecido nacionalmente por abrigar no interior do seu Arquivo Público e Histórico, localizado na Rua 06, n°3265, Alto do Santana, o fundo Plinio Salgado, composto por correspondências, livros, atas, fotos, jornais, revistas, objetos pessoais e materiais de propaganda política, doados, em grande parte, pela filha do homenageado, a escritora Sra. Maria Amélia Salgado Loureiro.
Durante o ano vários pesquisadores se encaminham para este arquivo a fim de embasar seus estudos acadêmicos. No dia 15 de dezembro de 2012, às 13:00h na Biblioteca Comunitária Terra Nova, os visitantes presentes na região terão a oportunidade de participar do II Natal com Histórias, democratização do acesso à leitura,  aonde serão realizadas oficinas, brincadeiras cantigas, dentre outras atividades.
Esta é uma ótima oportunidade para freqüentadores do Arquivo Público e Histórico de Rio Claro colaborarem com a comunidade local, fortalecendo a leitura dos jovens e trabalhando na disseminação do hábito da leitura. Os interessados em participar poderão doar livros para a Biblioteca Comunitária do Terra Nova, nos endereços:

- Jornal Cidade – Av. 5, n°283, esquina com Rua 04, Rio Claro – SP
- Guia Rio Claro – Av. 07, n°540, Centro, Rio Claro - SP

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

"São Tomás de Aquino e sua influência nas obras de Plinio Salgado"


São Tomás de Aquino foi um dos inúmeros intelectuais católicos que inspiraram as obras do escritor, poeta e jornalista Plinio Salgado, porém suas influências são pouco abordadas atualmente pelos pesquisadores que estudam o Integralismo brasileiro.

Particularmente confesso aos leitores do blog Populista que sou um desses pesquisadores, infelizmente possuo pouco conhecimento das obras deste importante filósofo católico e sua influência sobre as obras de Salgado. Na tentativa de aprofundar os estudos sobre Tomás de Aquino, em especial sobre a “ética da natureza racional” indico o evento abaixo. É importante ressaltar que a palestra não irá abordar o Integralismo, porém poderá ampliar a visão dos pesquisadores em futuros estudos sobre a ligação e influência sobre o ideólogo da doutrina do Sigma.

Justiça legal, justiça comutativa e justiça distributiva em São Tomás de Aquino
Prof. Dr. Pedro Monticelli – Professor da Faculdade de São Bento.
Data: 26/11/12, Horário: 17:00h às 19:00h.
Organização: Faculdade de São Bento
Instituto Jacques Maritain do Brasil
Local: Café Girondino, Largo São Bento, São Paulo - SP
Maiores informação acesse: www.maritain.org.br


sexta-feira, 16 de novembro de 2012

"A Acção Integralista Brasileira no bairro do Bráz"


Prezados leitores do blog Populista, como muitos brasileiros, estou aproveitando este feriado prolongado, de 15 de novembro de 2012, para visitar alguns amigos na cidade de São Paulo – SP. Durante minha visita estive no bairro do Bráz, importante polo de irradiação da doutrina Integralista na região. Nesta localidade, na Rua Brigadeiro Machado, n.11, localizava-se a sede do Núcleo Distrital da Acção Integralista Brasileira – AIB (1932-1937). Atualmente a antiga construção não se encontra mais presente na localidade, culpa do progresso, ocupando o espaço uma drogaria, porem as diversas fotos presentes nos mais variados periódicos oficiais editados pela legenda nos proporcionam uma perspectiva de como se desenvolvia os trabalhos do Núcleo Integralista. 


Acima imagem parcial retirada do jornal Acção, p.4, 07 de outubro de 1936. Durante as comemorações do IV aniversario da AIB, conforme noticiado, compareceu o Chefe Provincial de São Paulo e foi realizado, seguindo as diretrizes dos Protocolos e Rituais, a cerimonia intitulada "Noite dos Tambores Silenciosos".

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

“Busto de Plinio Salgado permanece imponente em São Bento de Sapucaí – SP”

O blog Populista exaustivamente no inicio do ano abordou o tema da retirada do busto de Plinio Salgado da Biblioteca Municipal de São Bento de Sapucaí – SP. Sendo este fato motivo de denuncia do Vereador Hermes Rodrigues Nery – PHS, que apresentou requerimento n°07/2011 sobre o ocorrido a Câmara Municipal, cobrando esclarecimentos e responsáveis.  Alguns leitores através de e-mails solicitaram que fossem postadas imagens da referida homenagem e o desenrolar da questão.
 
Atualmente sabe-se que o busto, como o letreiro, retornaram ao seu lugar de origem, permanecendo de forma imponente no interior do aparelho cultural, sendo uma justa homenagem a um dos seus mais ilustres cidadãos, a resposta da Secretaria de Cultura Municipal encontra-se abaixo.
 
 
Acima imagem do busto de Plinio Salgado presente na Biblioteca Municipal de São Bento de Sapucaí - SP, infelizmente o artista autor da imagem e desconhecido.
 
Para obter maiores informações sobre os fatos alencados acima, acesse:

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

“Exame do Ensino Médio – ENEM faz referência à Acção Integralista Brasileira”


O Exame do Ensino Médio – ENEM de 2012 está em voga atualmente, mais de 4,1 milhões de estudantes fizeram os exames, em todo o país, segundo dados do Ministério da Educação – MEC, como não podia deixar de ser, diversos temas foram abordados sobre a história do Brasil, durante o 1° dia das provas, na área destinada a Ciências Humanas. As provas anteriores são uma importante maneira de aferir o conhecimento dos alunos, diversos cursos preparatórios realizam uma compilação das principais perguntas e aplicam durante seus simulados.
 
 Em 2010 o ENEM se caracterizou pela sua diversidade de temas sobre a história Nacional, dentre os temas abordados se encontravam a Acção Integralista Brasileira – AIB (1932-1937). Na prova amarela, questão 30, p.12, foi questionada sobre o perigo Comunista e a possibilidade do Governo Federal, resguardando a segurança do Brasil, instaurar um Estado de exceção, realizado em novembro de 1937 pelo até então Presidente Getúlio Vargas, denominado pela historiografia como Estado Novo (1937-1945).

É importante analisar que o exame realizado em 2010 não poupou Getúlio Vargas da cunha de Ditador, algo interessante já que no segundo Governo de Luiz Inácio Lula da Silva o então Presidente tentou se associar à ícones da história brasileira durante suas propagandas oficiais, dentre elas Vargas.


Acima imagem da prova amarela, questão 30, p.12, retirado do Exame do Ensino Médio – ENEM, de 2010, para maiores detalhes sobre o exame, acesse:
www.elitecampinas.com.br/gabaritos/enem/enem2010_prova_amarela_GAB_novo.pdf

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

“Saudades e lembranças, tributo ao jornalista Integralista Pimentel Junior“

Em 2012 o poeta, jornalista, escritor e Vereador José Pires Pimentel de Oliveira Junior, mais conhecido como Zezé Pimentel, completou quarenta e sete anos do seu falecimento. Nascido em Rio Claro - SP, no dia 08 de dezembro de 1905, destacou-se na política regional/nacional durante seu mandato como Vereador pelo Partido de Representação Popular - PRP (1945-1965) no período de 1956-1959, no qual ocupou a Presidência da Câmara Municipal de Rio Claro, tendo como foco a aprovação de inumeros trabalhos em prol da coletividade.
 
Durante a sua juventude, como inúmeros outros jovens da região, participou assiduamente da Acção Integralista Brasileira - AIB (1932-1937), sendo um dos seus fundadores no interior do Estado, em parceria com o camisa-verde Dr. Godofredo Pignataro Jr. Durante as reuniões profissionais utilizou-se da sua profissão, como ferroviário da Companhia Paulista de Estrada de Ferro, para difundir a doutrina Integralista na classe operária, onde trazia consigo um pequeno caixote, cujo subia para proferir os discursos em prol da doutrina do Sigma aos presentes.
 
Como jornalista e escritor foi redator-chefe do magazine rioclarense "Novidades"; correspondente das revistas "O Malho", "Careta" e "Fon-Fon" do Rio de Janeiro, além de autor de inúmeros livros de crônicas e poesias, dentre os quais, o livro "Rio Claro tem Petróleo" que projetou o Municipio nacionalmente fazendo com que o Governo Federal destacasse uma equipe de técnicos da Petrobrás a região.
 
Em 2009 a Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo, através do projeto de Lei n°1096 denominou o trevo rodoviário localizado no Km 176,700 da Rodovia Washington Luiz (SP310) de Vereador Pimentel Junior, esta porém não foi a única homenagem, o Estado de São Paulo, como o Município de Rio Claro - SP, colecionam diversos tributos a este ilustre Rioclarense, como a Pinacoteca Municípal Pimentel Junior.
 
 
Acima imagem da reportagem publicada no jornal Diário do Rio Claro, terça-feira, 29 de maio de 2012, intitulada "Tributo ao Jornalista e Poeta Pimentel Junior", escrita pelo Perito Judicial em Arqueologia e Documentação Histórica Sr. Anselmo Ap. Selingardi.

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Parte II: "Ovídio da Cunha, pioneiro no estudo sobre Integralismo brasileiro"


Criticas e impressões sobre a obra “Integralismo e Americanidade”, escritas na década de 1930, pelo Prof. Ovídio da Cunha, são extremamente difíceis de se encontrar, por ser uma obra que completou 77 anos da sua primeira e única publicação. Na tentativa de trazer ao leitor um pouco mais sobre este importante trabalho sociológico a respeito do Integralismo, e dos problemas do mundo contemporâneo, divulgo outra critica literária, agora publicada no jornal oficial da Acção Integralista Brasileira – AIB (1932-1937), A Offensiva, n°66, 17/08/1935, ano II, p. 10, escrita pelo camisa-verde J. Hercilio Fleury, intitulada Integralismo e Americanidade,  a qual transcrevo abaixo, nota-se a forma poética escrita pelo autor bem como suas criticas, em certos aspectos felinas sobre a obra deste importante Integralista, não só para o movimento do Sigma, como para história do Brasil.

Integralismo e Americanidade
SEMPRE os moços se angustiaram com os grandes problemas de suas épocas. No Brasil, temos bellos exemplos. Entre os vultos da geração passada relembramos a figura grandiosa de Castro Alves. O váte bahiano soube collocar sua alma sensivel e genial ao serviço da libertação dos miseros escravos.
Na geração actual - geração flagellada pela fallencia da Liberal - Democracia, os crimes do Capitalismo, pela Revolução Social, moços de pujante intelligencia têm se atirado resolutamente nas batalhas do Pensamento de Renovação Social.
E livros notaveis vão ficando como padrões commovedores da attitude de uma mocidade que não sorri mais o sorriso da duvida porque tem necessidade de "affirmar" ou "negar".
"Destino do Socialismo" é a concretisação desse espirito que enfrenta virilmente os problemas tremendos do seculo vinte.
E´ a affirmativa de uma geração que tem a coragem viril de refutar directrizes seductoras, mas, falsas; de reagir contra as forças de um determinismo cruel, para seguir rótas novas differentes das de Rousseau e Marx.
E´ o clarão de Novo Dia.
No outro campo, - campo da negação, - encontramos tambem depoentes de talento e combatividade.
"Cacau" é outrosim marco de uma geração que vae trihando o caminho falso da unilateralidade, das soluções parciaes, da "negação".
Negação dos principios basilares que condiccionam o viverindividual e social do homem.
Negação dos direitos inviolaveis da natureza humana, afim de satisfazer as pretenções de odienta "luta de classes" elevada a condição primordial do advento da sociedade futura.
E a luta das idéas continua.

Emquanto as phalanges da "negação" procuram destruir mais e mais, os moços da Bandeira verde mais e mais querem construir.

Resolutos se atiram pelos "novos rumos" que o dedo gigante de Plinio salgado rasgou no cerrado nevoeiro da confusão nacional.
E os gritos de organizações crescem na alma moça e rebôam no cêo immenso do Brasil, enchendo de vozes novas a Patria cançada da algazarra inutil.
Trabalham as intelligencias. Cresce a biblioteca integralista.

"Integralismo e Americanidade" surgiu ha pouco. E´ tambem um grito moço. Grito de pesquizas, de estudos, de inquietação, de coragem.
O livro de Ovidio da Cunha é um livro por demais synthetico; Isto pertuba a clareza de alguns capitulos.  E´ um deffeito.
A gente tem a impressão de que o autor escreve para pessoas já maliarizadas com o assumpto.
A exposição é assás rapida!

O convivio diuturno com os livros tem afastado o jovem autor do trato de problemas mais relavionados com as necessidades do momento brasileiro.
"Integralismo eAmericanidade" não debate problemas nossos. Falta-he mesmo o medo de ligação entre os problema ahftratados e nossa realidade.
Por isso, ficou-me a impressão que o autor continuará o estudo sobre "Integralismo e Americanidade". Apenas, ferindo de leve esses assumptos fez antes uma delimitação de roteiros do que uma exposição e confronto dellas.

Reservou ao Integralismo uma synthese rapida. Não fez a confrontação, que o leitor esperava entre o Integralismo e Americanidade. De modo que esses themas flutuam sem se interpenetrarem. No capitulo final "Tragedia de um continente inacabado", referindo-se ás aspirações vagas do Continente Sul-Americano allude ao papel historico do Integralismo na America sem, contudo, precisar bem qual seja este papel. Será o de dar corpo e vida á essa ansia de renascimento christão que tenta galvanizar o corpo gasto e convulcionado da velha Europa?
Deixa entrever isto. Pois ao finalizar o livro diz: "Americanidade" não é antithese ao ocidente, mas o proprio Christianismo como uma base physica maior e renovada".
Este livro é um exemplo a tantos moços que maibaratam tempo e intelligencia em tantas futilidades. A hora é de esforço de todas as energias. Urge que as intelligenciais moças se concentrem na intensificação da cultura brasileira. Urge que meditem os problemas que nos torturam e ameaçam a estabilidade da Patria nesse momento de duras incomprehensões.
E procurem faltas à alma popular. Deixar, por momentos; o plano da pura especulação pisilosophica para compulsar os dados fortes que borbulham em nossa sociedade agitada. Baixar á realidade de descontentamento, dores e anandono que lateja nas camadas populares.
E´ preciso mostrar ás camadas humildes da nossa gente o remedio material, moral e espiritual que o Integralismo levará aos seus soffrimentos.
O momento não admitte esbanjamento de esforços.  
 
Acima imagem parcial do jornal A Offensiva, n°66, 17/08/1935, ano II, p. 10, com a reportagem intitulada Integralismo e Americanidade, escrita pelo camisa-verde J. Hercilio Fleury.
 

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

“Ovídio da Cunha, pioneiro no estudo sobre o Integralismo brasileiro”


As duas ultimas postagens destinadas ao Prof. Dr. Helgio Trindade acarretaram em diversos questionamentos por parte dos freqüentadores do blog Populista sobre os critérios para creditar a Trindade o pioneirismo no estudo do Integralismo brasileiro, alguns inclusive questionando seus méritos e realizações profissionais.  O objetivo das ultimas postagens foi simplesmente trazer uma critica literária da sua obra “Integralismo”, publicada na década de 1970, pela revista Veja, e uma entrevista publicada na Revista de História da Biblioteca Nacional, publicada 26/10/2010, portanto não entrarei no mérito da questão para validar sua obra.
Igualmente, hoje trago aos leitores critica literária publicada na Revista Brasileira - Synthese do Momento Internacional, n°09, ano 1935, 282 página, a qual faz uma exposição sobre a obra “Integralismo e Americanidade”, publicada pelo Sociólogo  Prof. Ovídio da Cunha, a qual transcrevo abaixo:
Acaba de sahir do prelo o terceiro livro de Ovidio da Cunha. Nelle vemos uma affirmação nítida de valor ao lado de uma demonstração de cultura invejável, principalmente por se tratar de um moço – moço que vem se affirmando nos seus trabalhos sobre a Sciencia Social, de maneira a que se possa esperar delle, e um futuro pouco remoto, obras de maior vulto.
Integralismo e Americanidade é um ensaio interessante, já pela maneira atrahente de expor que o auctor dia a dia aprimora, já pelo carinho com que nelle é deffendido o estudo corporativista – a grande novidade social dos nossos tempos.
E o mais interessante de se notar no trabalho do novel escriptor da Sociologia Christã é o desassombro com que combate Darwin, Hegel, Kant, Marx, argumentando, para contraditarlhes as teorias, com Berdaieff, que sobrepõe a Spengler, na qualidade de vizualizador mais perfeito da realidade moderna.
Acima imagem da reportagem publicada na Revista Brasileira - Synthese do Momento Internacional, n°09, julho a agosto de 1935, página 282 (Fonte: Biblioteca Nacional).   

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Parte II: “Helgio Trindade, pioneiro no estudo sobre o Integralismo brasileiro”


Conforme esperava, recebi inumeras criticas, via e-mail e Facebook, referentes a ultima postagem na qual declaro que o Prof. Dr. Helgio Henrique Casses Trindade destacasse, dos demais acadêmicos brasileiros, por ter sido um dos primeiros pesquisadores a estudar o movimento Integralista, em especial a Acção Integralista Brasileira – AIB (1932-1937). Gostaria de deixar claro que esta é uma opinião pessoal; existem, é claro, alguns equívocos na obra de Trindade, porém não se pode negar sua contribuição para o estudo da temática, bem como contribuições anteriores à sua obra, entre elas do Prof. Ovídio da Cunha, em sua celebrada obra “Integralismo e Americanidade”, Ed. Schmidt, ano 1935, fruto de um estudo de sociologia, participando, posteriormente o autor, da formação da cadeira de sociologia da Universidade Federal Fluminense - UFF.
É importante deixar claro que o objetivo da postagem anterior foi trazer aos leitores do blog Populista uma critica literária pouco conhecida do livro “Integralismo”, de autoria do Prof. Dr. Helgio Trindade, publicada na década de 1970, pela revista Veja. Seguindo este objetivo, divulgo o link para a entrevista concedida ao jornalista Marcello Scarrone publicada na Revista da Biblioteca Nacional, do dia 26/10/2010, nela o leitor poderá conhecer um pouco mais da figura de Trindade e seu entendimento sobre o Integralismo brasileiro.
www.revistadehistoria.com.br/secao/capa/entrevista-com-helgio-trindade

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

"Helgio Trindade, pioneiro no estudo sobre o Integralismo brasileiro"

Muitos acadêmicos contribuiram de diversas formas para o estudo do Integralismo, algumas contribuições benéficas, outras nem tanto, entre os principais estudiosos sobre o tema destaca-se a obra do cientista político, ex-reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRG, o Prof. Dr. Helgio Henrique Casses Trindade.
 
Membro da Academia Brasileira de Ciências, nascido no Município de Encruzilhada do Sul - RG, em 1939, distingue dos demais por ser um dos primeiros acadêmicos brasileiros, a elaborar um estudo cientifico sobre a Acção Integralista Brasileira - AIB (1932-1937), publicado na década de 1970, fruto da tese de doutorado cursada na Universidade de Paris, enriquecida com mais de 150 entrevistas de antigos militantes do Sigma, intitulada "Integralismo", difundida pela editora Difusão Européia do Livro, com 388 páginas.
 
Atualmente é fácil encontrar a segunda edição do livro de Trindade, com imagens de documentos, gráficos e tabelas, porém criticas e entrevistas sobre o autor e sua obra são raras. Para os leitores do blog Populista que desconhecem esta importante contribuicção sobre a temática, divulgo a crítica literária escrita pelo jornalista Almyr Gajardoni, na revista Veja, n°297, em 15 de maio de 1974, página 117, com o título "Os anos Verdes", a qual transcrevo abaixo:

Integralismo, de Helgio Trindade; Digusão Européia do Livro, 388 páginas, 35 cruzeiros.

Para as novas gerações, Plinio Salgado é apenas uma figura caricata que aparece de quatro em quatro anos para recolher o magro produto do espólio eleitoral da Acção Integralista Brasileira. Mas, na década de 30, quando compôs a doutrina e o bizarro cerimonial de sua organização, lendo e, às vezes, copiando dos livros do fascismo já triunfante em outros países, Plinio Salgado chegou a parecer um "chefe" realmente assustador.

Sobre a experiência fascista brasileira pouco se escreveu e nada se pesquisou. Tanto que ao iniciar, em 1967, um curso de doutoramento na Universidade de Paris, sobre os anos 30 da Europa, o professor gaúcho Helgio Henrique Casses Trindade, 34 anos, teve a curiosidade de pesquisar o que acontecia no Brasil, na mesma época, e se surpreendeu com a penetração da AIB de Plinio Salgado, seus archotes fumegantes, camisas verdes, saudações de braço erguido e uma intensa movimentação por todo o país. A tese, enriquecida com os resultados de mais de 160 entrevístas pessoais que o autor manteve com antigos militantes da AIB, agora transforma-se em livro de inequívocas conclusões, entre as quais sobressai a certeza de que a doutrina integralista apoiou-se amplamente no fascismo europeu. No entanto, não se tratou de mero fenômeno de mimetismo ideológico, pois a adesão de importantes setores da população só seria possível com a existência de condições internas favoráveis. "Na realidade", afirma Trindade, "tais condições surgem durante a evolução histórica entre duas guerras mundiais pela conjugação dos conflitos econômicos, sociais e políticos com a crise ideológica das elites intelectuais."

Movimento de intelectuais - A pesquisa revela que em todos os níveis - nacional, regional e local - a direção da AIB, e da Sociedade de Estudos Políticos, que a precedeu, foi controlada pelos intelectuais da classe média, sendo mínima a participação dos grandes empresários.

Desta Maneira, nos seus arquivos aparecem, entre outros, nomes como os do historiador Gustavo Barroso, o jurista Miguel Reale, o atual governador do Estado do Rio, Raymundo Padilha, o ex-governador de São Paulo e agora senador Carvalho Pinto, o jurista, escritor e político Francisco San Thiago Dantas, os poetas Mennotti del Picchia e Cassiano Ricardo, o presidente da Sociedade Tradição, Família e Propriedade, Plinio Correia de Oliveira, ou o escritor e pensador católico Alceu de Amoroso Lima.

Houve quem recuasse, e até trocasse de trincheiras. Mas é possível que algumas daquelas idéias da mocidade circulem com alguns deles, ainda hoje, pelos salões da política brasileira. E talvez sejam necessários outros quarenta anos para que sua presença seja transformada em gráficos e tabelas, como no livro de Trindade.  
 

Acima imagem da noticia vinculada na revista Veja, n°297, em 15 de maio de 1974, p. 117.

sábado, 13 de outubro de 2012

Gustavo Barroso, Museu Histórico Nacional e a formação do Partido de Representação Popular – PRP (1945-1965).


O escritor, cronista e historiador Gustavo Adolfo Luiz Guilherme Dodt da Cunha Barroso, nascido em Fortaleza, capital do Ceará, em 1888, participou inicialmente das arregimentações para formação do Partido de Representação Popular – PRP (1945-1965), legenda essa que aglutinou grande parte dos ex-integrantes da extinta Açcão Integralista Brasileira – AIB (1932-1937), pelo Estado Novo (1937-1945). Gustavo Barroso, desencantado com os rumos tomado, deixou as negociações de lado, dedicando-se, nos anos subsequentes, aos seus trabalhos como escritor e historiador, em especial para a consolidação do primeiro Museu de história do país, o Museu Histórico Nacional - MHN, voltado principalmente a instrução pública, idealizado, criado e dirigido por ele , até o ano de 1959.

Estruturado inicialmente em duas seções: Arqueologia e História, foi sendo ampliado gradativamente durante os anos, sendo atualmente referência na conservação da história nacional, e reconhecido como um dos principais aparelhos culturais do Brasil, além de ter sido criado, pela instituição, em 1932, o primeiro curso de museus das Américas, com o intuito de fornecer uma formação técnica, especializada aos futuros profissionais que atuariam nos museus espalhados pelo país.

No mês de agosto o Museu Histórico Nacional completou 90 anos de existência, sendo os eventos festivos amplamente divulgados, a exposição comemorativa do aniversário da instituição ficará em cartaz até o dia 14 de outubro de 2012, aonde o visitante poderá encontrar grande parte da trajetória da instituição, representada por 350 peças, divididas em módulos temáticos. Ao longo do percurso o visitante também poderá interagir com a exposição que apresenta fotografias da evolução do conjunto arquitetônico do MHN, algo pouco comum nos museus brasileiros. 

---
Museu Histórico Nacional
Praça Marechal Ancora, s/n, próximo a Praça XV



Acima imagem da carta escrita por Gustavo Barroso pedindo isenção ao Tribunal de Segurança Nacional dos acontecimentos referentes ao processo de 11 de maio de 1938, conhecido pela historiografia oficial como Intentona Integralista (Fonte: Museu Histórico Nacional). 

sábado, 6 de outubro de 2012

“O Manifesto de Outubro de 1932 é tema na VII Semana de História Política da UERJ”


Prezados leitores do blog Populista é com grande satisfação que informo aos senhores que o trabalho cientifico denominado “O Manifesto de Outubro, ontem e hoje”, de minha autoria, foi selecionado para participar, no dia 25/10/12, entre as 16h às 18h, da VII Semana de História Política da UERJ, que será realizada no campus do Maracanã, localizado na Rua São Francisco Xavier, n.524, Maracanã – RJ, Pavilhão João Lyra Filho, Bloco F, 09 andar. Este importante evento acadêmico se soma a vários outros realizados este ano que trará diversas mesas temáticas relacionadas ao Regime Vargas, porém com uma peculiaridade, é o único, até então realizado, que terá uma mesa dedicada ao estudo do Manifesto de Outubro de 1932, que completará no dia 07 de Outubro de 2012, 80 anos da sua publicação no Estado de São Paulo - SP. Abaixo detalhes sobre a mesa temática, maiores informações acesse:


---

25/10/2012 (Quinta-feira) – 16h às 18h – Sala RAV-84 - Mesa 53
Dimensões do Regime Vargas – II
Coordenação: Prof. Dr. Orlando de Barros – PPGH/UERH
Clayton Hackenhaar – Mestrando (a) / UFSC
“A Campanha de Nacionalização em Santa Catarina: aspectos políticos de uma integração cultural.”
Guilherme Jorge Figueira – Especialização (concluída) / UCAM
“O Manifesto de Outubro de 1932 – ontem e hoje.”
Izaac Erder Silva Soares – Mestrando (a) / UFOP
“Aspectos do envolvimento brasileiro na Segunda Guerra Mundial.”
Thiago Cavaliere Mourelle – Doutorando (a) / UFF
“Alianças, embates e tensão constante: Vargas e a Câmara dos Deputados (1934-1935).”

Acima imagem de divulgação do evento realizado pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ, através do programa de Pós-graduação em história.

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

“Documentário sobre Integralismo em Cachoeiro de Itapemirim - ES disponível para download”

O documentário de autoria do Diretor Diego Scarparo denominado O Que Bererico Vai pensar?, que estréiou durante a IV Bienal Rubem Braga, em Cachoeiro de Itapemirim – ES,  já foi motivo de uma postagem no mês de maio de 2012, porém agora informo aos frequentadores do blog Populista que a película se encontra disponível para download no endereço:  http://vimeo.com/47322939.
 
O espectador poderá, assistindo o filme, encontrar aspectos sociais e políticos interessantes sobre a disputa de poder no interior do Espírito Santo – ES, além é claro da forte presença do Integralismo e seus opositores  nesta localidade. Para maiores detalhes sobre o filme, acesse: www.historia-do-prp.blogspot.com.br/2012/05/blog-post.html
 
 
 
Acima imagem retirada do filme "O que Bererico Vai pensar?", de autoria do Diretor Diego Scarparo, produzida pela HG2 Studio e Cachoeiro Cult Filmes.

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

“Artista cria escultura de Plinio Salgado em São Bento de Sapucaí – SP”

A imagem e personalidade do politico, escritor e jornalista Plinio Salgado continua emocionando inúmeros brasileiros apos mais de 30 anos do seu falecimento pelo Brasil. Um desses diversos admiradores da figura emblemática de Salgado é o escultor autodidata Benedito da Silva Santos, também conhecido como Ditinho Joana. Nascido no dia 12 de março de 1945, no Município de São Bento de Sapucaí, a mesma cidade natal do Presidente Nacional do Partido de Representação Popular - PRP (1945-1965), e autor de inúmeras esculturas que retratam o cotidiano da comunidade rural e do homem do campo, criadas e esculpidas através de um único pedaço de raiz, utilizando-se apenas de canivete, machadinha e formão. 

Entre as diversas obras criadas, sendo que algumas estão disponíveis para compra em seu atelier localizado na Rua Projetada, n.42, Bairro do Quilombo, São Bento de Sapucaí - SP, encontra-se uma singular escultura em madeira de Plinio Salgado, sem o fardamento Integralista. Os interessados em adquirir esta e outras obras poderão entrar em contato com o artista pelo endereço: www.atelieditinhojoana.com.br


Acima imagens da escultura criada pelo artista Benedito da Silva Santos presente na Casa de Cultura Miguel Reale, neste local é possível encontrar diversas exposições, shows, palestras e apresentações culturais, maiores informações: casadaculturasbs@bol.com.br.  

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

“47° Encontro Nacional de Colecionadores Mumismática”

A Sociedade Numismática Paranaense, localizada na Av. Luiz Xavier, n°68, 1° andar, sala 108, Curitiba –PR, estará realizando o 47° Encontro Nacional de Colecionadores, que ocorrerá nos dias 28 e 29 de setembro de 2012. Durante os dois dias do evento serão realizados debates, mesas de negociações, além da tradicional venda sob ofertas aos associados, valorizando assim o intercambio entre os negociadores.

Os colecionadores interessados em adquirir material referente ao Integralismo poderão encontrar algumas moedas de reis, correspondentes ao período do Brasil República, com o carimbo do Sigma, que circularam entre 1932 a 1945, feita por militantes do Sigma que objetivavam divulgar a Acção Integralista Brasileira – AIB (1932-1937), para maiores informações sobre o evento, acesse: www.snp.org.br
 
 
Acima imagem de moeda carimbada com o simbolo Integralista, atualmente são raros os exemplares disponiveis para venda.

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

"Arquivo Público Mineiro - APM disponibiliza material sobre Integralismo na Internet"


A difusão e preservação dos Arquivos Públicos pelo Brasil são fundamentais para a acessibilidade do conteúdo para o pesquisador. Seguindo esta linha de pensamento o Arquivo Público Mineiro– APM vem realizando há alguns anos um importante trabalho de digitalização do seu material, em especial os arquivos referentes à Polícia Política que traz, entre diversos documentos, abundante material sobre a perseguição política promovida pelo Departamento de Ordem Política e Social – DOPS contra a Acção Integralista Brasileira (1932-1937), antes e após seu fechamento, com um acervo farto em mandados de prisão, prontuários, fichas criminais, relatórios, arquivos confidenciais, dentre outros.

Durante a pesquisa os leitores do blog Populistas poderão constatar algo no mínimo inusitado, a intensa vigília e receio dos órgãos repressores contra o movimento Integralista e seus principais lideres, alcançando até mesmo o Partido de Representação Popular – PRP (1945-1965), fundado 08 anos após o fechamento da Acção Integralista Brasileira, e outros movimentos como a União Operária Camponesa do Brasil.

Infelizmente o portal do Arquivo Público não disponibilizá o material para impressão, porém os leitores podem encontrar as imagens, com excelente resolução, dos documentos no endereço www.siaapm.cultura.mg.gov.br.

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

"V Simpósio de Política e Cultura da Universidade Severino Sombra - USS"

O Programa de Mestrado em História Social da Universidade Severino Sombra – USS, estará realizando nos dias 26, 27 e 28 de setembro de 2012, em Vassouras – RJ, o V Simpósio de Política e Cultura, através de mini-simpósios coordenados por diversos professores, em distintas áreas de especialização.
 
As inscrições já foram finalizadas, porem os interessados poderão obter maiores informações no blog do evento: www.vsimposiopoliticacultura.blogspot.com.br
 
 

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

"Dr. Anésio Campos Lara Junior, In memoriam"


Acima imagem do Dr. Anésio de Lara Campos Júnior durante visita de Integralistas em sua residência localizada na cidade de São Paulo - SP, em setembro de 2011 (Fonte: Acervo Marcelo Albuquerque Magalhães).

Lamento profundamente informar aos leitores do blog Populista o falecimento do meio-irmão mais velho do Senador Eduardo Suplicy, Dr. Anésio Campos Lara Junior, ocorrido no dia 12 de julho de 2012, na cidade de São Paulo - SP. Nascido no dia 26 de maio de 1929, formado em direito pela Faculdade do Largo de São Francisco - FDUSP, autor dos livros Princípios Gerais do Direito Processual e El Reyno Cristianisimo, sendo o segundo contendo no alto de suas páginas o Sigma; foi professor de Direito da USP, tesoureiro na sucursal do Partido de Representação Popular - PRP (1945-1965), em São Paulo, participando ativamente dos comitês pró-Loureiro Junior, para Prefeitura de São Paulo, e do comité  pró-candidatura de Plínio Salgado à Presidência da República, ambos localizados na Praça da República, sendo que no último exercendo a função de secretário, além de se candidatar para vereador pelo PRP sem obter sucesso.

Em vida Dr. Anésio Lara confidenciou, em uma das inúmeras conversas sobre a história do Integalismo, que as eleições pela Prefeitura de São Paulo foram acirradas, sendo que nas últimas semanas a falta de papel para impressão de propaganda era um problema crônico praticamente intransponivel, a solução encontrada foi imprimir nos próprios jornais que circulavam na capital, fazendo com que as propostas de Loureiro Junior chegassem ao maior número de pessoas.

É notório que a figura de Anésio Lara era polêmica, mesmo tendo somado inúmeras inimizades, com atitudes moralmente questionáveis, desejamos nossos votos de pesar para a família Suplicy.

terça-feira, 4 de setembro de 2012

"VII Semana de História Política da Universidade do Estado do Rio de Janeiro / UERJ"


 
Nos dias 22 e 26 de outubro de 2012 estará sendo realizada a sétima edição da Semana de História Política da UERJ, aonde os pós-graduados e doutores da área terão a oportunidade de dialogar sobre os diferentes temas presentes nas mesas temáticas do evento. Aos leitores do blog Populista destacam-se as mesas “Dimensões do regime Vargas” e “Partidos políticos, movimentos sociais e mundos do trabalho”.
O evento realiza-se nas dependências da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, rua São Francisco Xavier, n°524, Pavilhão João Lyra Filho, 9° andar, bloco F, Maracanã, Rio de Janeiro – RJ, sob a direção de uma Comissão Organizadora, composta por discentes do Programa, que se liga à Coordenação da pós-graduação em História. Lembro que o prazo para a inscrição de trabalhos foi prorrogado até o dia 10 de setembro, maiores informações acesse: http://www.semanahistoriauerj.net/mesas_tematicas.htm

sábado, 25 de agosto de 2012

“Para Assembléia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul Dr. Luiz Alexandre Compagnoni”


Trago hoje aos leitores do blog um santinho político do candidato pelo Partido de Representação Popular – PRP (1945-1965), fundador do jornal gaúcho O Pioneiro, Dr. Luiz Alexandre Compagnoni, enviado gentilmente por um leitor do blog Populista, que circulou durante a campanha para Legislatura da Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul.

O autor do livro Ação Vocacionalista do Brasil e idealizador do monumento ao Imigrante, localizado em Caxias do Sul – RS, teve seu nome lembrado e homenageado, através da resolução n. 2.980, publicada no Diário Oficial do Estado n.237 de 14 de dezembro de 2006, aonde se estabeleceu a criação da Comenda Laços Continentais Luiz Alexandre Compagnoni. Esta distinta medalha honorifica é concedida atualmente às pessoas físicas e jurídicas que tiveram notório destaque em favor da integração étnica no Estado do Rio Grande do Sul, em prol do desenvolvimento cultural, turístico e econômico. 


Acima imagem do santinho do candidato pelo Partido de Representação Popular – PRP (1945-1965) Dr. Luiz Alexandre Compagnoni, nota-se o excelente estado do artigo. Infelizmente esta peça histórica não traz  o Estado da Federação, nem a data que circulou, porém podemos afirmar apenas que ela circulou no Estado do Rio Grande do Sul, já que o candidato nunca disputou uma eleição fora desta região. 

terça-feira, 21 de agosto de 2012

“Livro de Veterano dos Centros Culturais da Juventude e lançado na ANPUH-SP”


 
A Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP, nos dias 03 a 06 de setembro de 2012 estará realizando o XXI Encontro Estadual de História – ANPUH-SP,  intitulado “Trabalho, Cultura e Memória”.  Durante o evento foram selecionadas diversas publicações para serem lançadas no decorrer dos trabalhos, dentre elas o livro “Nazismo tropical? O Partido Nazista no Brasil” da pesquisadora, integrante do Grupo de Estudos Integralistas – GEINT, Profa. Ana Maria Dietrich.
Outro livro selecionado, listado para ser novamente lançado na ANPUH-SP, e a autobiografia “Memórias de um ex-seminarista” do escritor veterano do Centro Cultural da Juventude Jackson Figueiredo, entidade ligada à Confederação dos Centros Culturais da Juventude – CCCJ, Sr. Rufino Levi D´ Avila.  Inclusive, este livro já foi motivo de outras postagens neste blog, sendo lançado na ANPUH-RJ, como o leitor pode conferir no endereço: http://www.historia-do-prp.blogspot.com.br/2012/07/livro-de-veterano-dos-centros-culturais.html
Abaixo a apresentação do evento (www.encontro2012.sp.anpuh.org):
“Cumprindo a tradição de dividir entre as universidades públicas a responsabilidade de abrigar o Encontro Estadual que a ANPUH-SP realiza em sistema de rodízio, a cada dois anos, nos intervalos dos simpósios nacionais, coube à UNICAMP/Campinas sediar o evento, ora em sua vigésima primeira edição. O tema escolhido no último encontro (UNESP/Franca, 2010) – Trabalho, Cultura e Memória – será abordado nas conferênciais, servindo também de inspiração, no âmbito dos seminários temáticos, para a maioria dos trabalhos apresentados.
O Encontro é oportunidade ímpar para reunir professores, pesquisadores, e estudantes, promovendo intercâmbio de idéias e experienciais sobre tema que põe à prova, mais uma vez, a possibilidade de responder a problemas complexos em plurais que não são freqüentemente submetidos, nos vários ambientes de nossa atuação profissional: da sala de aula das escolas de ensino fundamental, médio e superior ao acervo das instituições de custódia de documentos. De todos eles partem, a rigor, insumos capazes de tornar férteis e pertinentes as incursões que, por dever de ofício, fazemos em direção ao passado, nesse caminho de mão dupla que se alimenta das contradições do presente. Eis a razão por que, dentre os objetivos do evento, cumprem destacar a reflexão sobre papel do historiador em suas múltiplas possibilidade de intervenção, notadamente nas áreas educacionais, políticas e cultural.
Conferênciais, seminários temáticos, mesas redondas, cursos e pôsteres, serão apresentados ao longo da semana, expondo as diferentes tendências da historiografia brasileira. Além da discussão verticalizada das questões metodológicas e teóricas sugeridas pelos temas e suas respectivas abordagens, tais atividades incidem também sobre os problemas referentes ao ensino de graduação e de pós-graduação. Nesse particular, o Encontro privilegia a correlação existente entre a produção do conhecimento histórico, de um lado, e o conteúdo do ensino de História em todos os níveis do sistema formal de educação, de outro. Tal preocupação estará expressa na Paula da reunião do Fórum de Graduação que privilegiará a discussão sobre temas relevantes para a formação do profissional de História em sua relação com demandas sociais e com as políticas públicas relacionadas à área.”

terça-feira, 14 de agosto de 2012

“Instituto Italiano de Cultura do Rio de Janeiro – IIRio realiza evento sobre Integralismo”


O Instituto Italiano de Cultura do Rio de Janeiro – IICRio, em conjunto com a Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro - FAPERJ e a Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UniRio, estarão realizando em ocasião aos 90 anos da marcha sobre Roma, evento histórico que culminou na nomeação de Benito Mussolini (1883-1945) ao cargo de Primeiro Ministro da Itália, em 1922, uma ampla mesa de discussões sobre o tema, aberto a estudantes e pesquisadores que discutirão as influencias da doutrina Fascista na Itália e no Brasil.
Entre os diversos convidados presente no evento destacam-se os professores João Fábio Bertonha e René Gertz, que possuem diversos trabalhos publicados sobre Integralismo. Em especial indico aos freqüentadores do blog Populista o livro “O Estado Novo no Rio Grande do Sul”, escrito por Gertz e publicado pela editora UPF, no qual faz um apanhado sobre o aparelho repressivo criado pelo Estado Novo (1937-1945), abordando principalmente a intensidade da perseguição na região.
Lembro a todos que o evento e aberto ao público, abaixo a programação e endereço:
21/08
14h00 – O Fascismo como novo modelo político / Prof. Giordano Bruno Gerri, Universidade de Roma / Debatedor: Massimo Sciarretta – UniRio.

28/08
14h00 – A esquerda e o Fascismo: do Biênio Vermelho à Resistência / Prof. Giorgio Sacchetti, Universidade de Padova / Debatedor: Prof. Ricardo Salles – PPGHS-UERJ/UniRio.

04/09
14h00 – Futurismo e Fascismo, Arte e Política / Prof. Orlando de Barros, Universidade do Estado do Rio de Janeiro / Debatedor: Profa. Márcia Chuva – UniRio.

11/09
09h00 – Mesa-redonda: Fascismo e Antifascismo no Brasil, A “Diplomacia Paralela” de Mussolini. Política, emigração e cultura num projeto imperial, 1922-1940 / Prof. João Fábio Bertonha, UEM.
A Frente Única Antifascista no Brasil / Prof. Ricardo Figueiredo de Castro, UFRJ.
Antifascismo italiano no Brasil e as esquerdas: uma genealogia – Prof. Carlo Romani, UniRio.

11/09
14h00 – Mesa-redonda: Integralismo, Nazismo e Neofascismo
O Neofascismo – Prof. Francisco Carlos Teixeira da Silva, UFRJ
Integralismo e Nazifascismo no Sul do Brasil – Prof. René Gertz, PUCRS
Teoria da História e Historiografia do Holocausto: o problema da continuidade histórica – Prof. Pedro Caldas, UniRio.

Endereço: UniRio – Av. Pasteur, n°458 – Auditório Paulo Freire (CCH) – Urca, Rio de Janeiro – RJ, maiores informações: fascismo90@gmail.com

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

“Obras artísticas do camisa-verde Guido Mondin expostas na Casa Branca – EUA”

O interesse repentino na figura do camisa-verde e membro fundador do Partido de Representação Popular – PRP (1945-1965) Guido Fernando Mondin, devido ao ano do seu centenário, fez com que o número de visitas aumentasse consideravelmente nas últimas semanas. Este personagem já foi tema de algumas postagens neste blog, porém devido a grande procura por informações sobre Guido Mondin é importante que se forneça instrumentos para que os estudantes possam fazer suas pesquisas de forma substancial, sem informações desencontradas, que infestam a Internet atualmente e servem como base, infelizmente, de trabalhos escolares e universitários.

Sendo assim, com o intuito de ajudar nas pesquisas, trago aos freqüentadores do blog a revista eletrônica SENATUS, v.3, n.1, pág. 8/13. publicada pela Secretaria de Informações e Documentação do Senado Federal (SIDOC). Infelizmente a revista deixou de ser editada em 2010, porém a edição exposta faz um importante apanhado do legado artístico de Guido Mondin, relatando que suas telas (mais de 4.000 mil ao todo) estão expostas em diferentes museus pelo mundo, inclusive na exposição permanente da Casa Branca.


Para acessar a publicação completa, basta digitar o endereço:

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

“Populista Guido Mondin e homenageado na Semana da Pátria de 2012”

O artista plástico, escritor e político Guido Fernando Mondin, se vivo ainda estivesse, completaria 100 anos no dia 06 de maio de 2012. Esta data foi lembrada em diversos eventos pelo Brasil, tendo se concentrado principalmente as homenagens nos Estados do Rio Grande do Sul – RS e no Distrito Federal – DF.

Entre as homenagens já realizadas e as que estão por vir uma merece destaque, trata-se da Semana da Pátria de 2012, que será realizada pela Prefeitura de Caxias do Sul, local este diversas vezes retratado em suas pinturas, o desfile acontecerá no dia 07 de setembro, das 09h às 12hm sendo aberto ao público, é importante ressaltar que as homenagens não estarão restritas ao Município, todo o Rio Grande do Sul estará homenageando a figura de Guido Fernando Modin durante as festividades.
Abaixo trecho do discurso realizado no Senado Federal, pelo então Senador Pedro Simon – PMDB/RS, no dia 23 de agosto de 2000, ano do seu falecimento, no qual fala um pouco da sua trajetória política:  “(...) Em 1933, já casado, passou a interessar-se ainda mais pela Política. Como se sabe, nos anos que sucederam a Revolução de 30, teve início intenso debate sobre a legislação social. Os trabalhadores se organizavam em sindicatos. Guido Mondin aderiu, então, à Ação Integralista Brasileira, cujo programa atraía grande parte de jovens no Rio Grande do Sul.
 Com o advento do Estado Novo, extintos os partidos, Guido Mondin concentrou-se na sua formação intelectual. Formou-se em Economia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, em 1945.
 Após a redemocratização do País, com o ressurgimento dos partidos políticos, Guido Fernando Mondin reencontrou-se com outra das suas mais fortes vocações. Filiou-se ao Partido de Representação Popular e, mesmo contra sua vontade, atendendo a insistentes pedidos de amigos, candidatou-se à Assembléia Nacional Constituinte, não conseguindo ser eleito.
 Nas primeiras eleições municipais que vieram a seguir, mesmo sendo porto-alegrense, Guido Mondin foi lançado candidato a Prefeito de Caxias do Sul.
 Sua campanha foi memorável. Usou inúmeros recursos de propaganda desconhecidos na época, como projeções de caricaturas nas paredes dos edifícios; alto-falantes em aviões teco-teco; comícios ambulantes em que se fazia seguir de viaturas, antecipando as carreatas de hoje; e também o uso pioneiro das emissoras de rádio. Não foi grande a sua votação. Em Porto Alegre e em Caxias, não ganhou as eleições.
 Em outubro de 1948, com 35 anos, assumiu, pela primeira vez, um cargo público: tomou posse como suplente na Assembléia Legislativa. Apesar de sua marcante atuação, em especial nas Comissões de Obras Públicas e Agricultura, preferiu voltar à atividade empresarial. Quis dedicar-se à instalação de uma indústria em Caxias do Sul.
 Eleito Deputado Estadual, exerceu o cargo entre 1951 e 1955, ano em que foi eleito, numa coligação partidária, Vice-Prefeito de Caxias do Sul. Em duas oportunidades assumiu a prefeitura. Em 1956, esteve na Câmara dos Deputados exercendo um curto mandato, já que era o primeiro suplente.
 Em 1958, candidatou-se ao Senado pelo Partido de Representação Popular, numa coligação litigiosa com o Partido Trabalhista Brasileiro. Fazendo uso de sua grande habilidade, conseguiu aparar as arestas e remover as antigas animosidades entre as duas agremiações. Foi eleito ao cabo de uma memorável campanha de nove meses de duração, tendo pronunciado mais de 1.500 discursos.
 Foi uma eleição de impacto no Rio Grande do Sul. Nesse momento, o Governador eleito foi Leonel Brizola. E Leonel Brizola, do PTB, fazia uma aliança com o PRP, dando a vaga que era de Alberto Pasqualini aqui no Senado a Guido Mondin, obtendo uma vitória estrondosa e completamente inesperada, porque eram forças diferentes que se uniam e conseguiam a vitória.
 É interessante notar que naquele pleito foi registrado o menor índice de abstenção da história política do Rio Grande do Sul. Reparem como incendiou a emoção aquele debate, aquela luta inesperada de forças diferentes que se uniam, que se integravam. O menor índice de abstenção até hoje em todas as eleições do Rio Grande do Sul foi o registrado no pleito em que Guido Mondin foi eleito Senador da República. Compareceram para votar um milhão duzentas e quatorze mil pessoas, de um total de um milhão duzentos e setenta e quatro mil pessoas aptas a votar. A abstenção foi de apenas 4,7%.
 Guido Mondin exerceu seu primeiro mandato como Senador entre 1959 e 1967. Extintos os partidos pelo Regime Militar, em 1966, filiou-se à Arena. Naquele mesmo ano obteve sua segunda eleição para o Senado - àquela época havia a fórmula da sublegenda. Concorreram com ele Mário Mondino e esta figura extraordinária de Synval Guazelli, hoje Deputado Federal do Rio Grande do Sul, uma das figuras mais dignas, mais brilhantes e mais extraordinárias da vida pública do Rio Grande do Sul e do Brasil. Aproveito esta oportunidade em que estou aqui saudando Guido Mondin e vendo a figura de Synval Guazelli, para levar a ele todo o apreço, todo o afeto, toda a admiração do Rio Grande do Sul. Mais ainda quando, atravessando dificuldades na sua saúde física, está presente na dignidade do seu caráter e na vibração total do seu intelecto, honrando o Rio Grande do Sul e o Brasil. Muito obrigado, meu irmão Synval Guazelli. (Palmas)
 Interessante que Guido Mondin foi eleito Senador pelo PTB e PRP. Mais da metade do Rio Grande do Sul votou nele em 1958. Veio a Revolução, o golpe de Estado – prefiro falar em golpe -, e Guido Mondin, com as forças a que pertencia, integrou-se à Arena (...)”
Para encontrar o discurso completo, acesse: