quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

"Boas Festas e Feliz 2015"

Em nome do blog Populista gostaria de desejar a todos os leitores e colaboradores um Feliz ano novo, abençoado em alegrias, sonhos e paz. O trabalho realizado pelo blog foi construído ao longo desses anos por todos os frequentadores, que de alguma forma colaboraram para o engrandecimento deste site, que a cada dia se torna mais uma importante ferramente para os estudos da temática. 

No ano de 2014 foram 93 postagens sobre diferentes temas relacionados ao Integralismo, em suas diferentes fases. Além das postagens, foi possível participar de diferentes eventos acadêmicos, defendendo trabalhos, como também realizar o primeiro encontro sobre a história do Integralismo em Jaraguá do Sul - SC, com exposição relacionada ao Sigma, sendo um importante marco para o resgate da história regional. 

Dentre estes fatos, outro chama a atenção, trata-se do trabalho realizado em recolher depoimentos de pessoas que tiveram algum tipo de relação com o Integralismo em suas famílias. Atualmente já estão disponíveis mais de vinte depoimentos, que trazem aspectos singulares para o estudo sobre o Integralismo, valorizando a história oral.

Mais uma vez gostaria de agradecer a oportunidade em compartilhar a história plural do Integralismo infelizmente ainda desconhecida, trazendo um pouco do meu acervo e conhecimento sobre um tema que ainda hoje desperta a curiosidade da academia e também da população.  

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

"Vovô Índio no programa O Infiltrado"

Prezados amigos e amigas do blog Populista, é chegado mais um natal, tempo de reflexão e comemoração. Ao logo do ano trouxe aos leitores aspectos da história da Acção Integralista Brasileira - AIB (1932-1937) e do Partido de Representação Popular - PRP (1945-1965), responsáveis por difundir e fomentar a história do Integralismo, em suas diferentes fases.  

O natal é uma espécie de túnel do tempo, onde as lembranças de fé e esperança, representados por personagens como o Papai Noel e o Vovô Índio, tomam forma. Lembro a todos que no dia 10 de janeiro de 2015, será exibido o programa "O Infiltrado - No mundo dos Papais Noéis", no canal History Channel, onde o protagonista irá investigar a história do Natal no país, abordando inclusive o Vovô Índio, através de consultoria prestada por mim, com envio de material. 


Acima imagem de divulgação do programa "O Infiltrado - No mundo dos Papais Noéis", que será exibido nos dias 10 e 22 de janeiro de 2015, às 18:00 horas. 

Para maiores informações sobre o Vovô Índio, acesse:

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

"Série Entrevistas XXII: Sr. Zigmar Raeder"

Ficha Técnica:
Nome: Zigmar Raeder.
Filiação: Gunther Arnfried Robert Raeder e Hildegard Burger Raeder.
Estado: Santa Catarina - SC.
Profissão: Artesão.

Entrevista realizada no mês de novembro de 2014 pelo pesquisador Guilherme Jorge Figueira com o neto do Veterano da Acção Integralista Brasileira - AIB (1932-1937) Sr. Richard Burger.


Ficha de inscrição da Província da Acção Integralista Brasileira - AIB de Santa Catarina, tendo a assinatura do Sr. Richard Burger (Fonte: Acervo Zigmar Raeder). 

1) Sr. Zigmar Raeder, quais são as primeiras lembranças do senhor referente ao seu avô? O senhor poderia contar como a memória do veterano é tratada na sua família?

A de um homem íntegro e honrado, austero. 

2) Seu avô, como muitos outros jovens do período fez parte da Acção Integralista Brasileira - AIB, por qual motivo o senhor acredita que ele fez parte desse movimento social-político?

Acredito que foi filiado por conta de ver semelhanças entre o Partido Integralista e Nazismo na Alemanha, via provavelmente neste partido a redenção para o país, a oportunidade de ver extirpado do governo os parasitas que impedem a ordem e progresso. 

3) As perseguições políticas, sociais ou profissionais eram algo comum praticado pelo Estado Novo (1937-1945). Infelizmente, muitos Integralistas e seus familiares passaram por esse processo. Ocorreu algum caso deste tipo referente ao seu avô ou familiares? Poderia falar um pouco sobre?

Houve perseguições e prisões em minha família sim, só não sei se por conta da simpatia pelo Integralismo ou Nazismo. O Tio de minha Mãe, Alwin Rahn, professor em Blumenau - SC, foi preso, veio a falecer por conta desta prisão, desconheço os detalhes, sempre foi tema tabu na família. Meu avô Hellmuth Raeder precisou de Salvo Conduto para viajar, desconheço os motivos, tenho o documento. 

A irmã de minha avô, Lisa Raeder, emigrou com o marido Robert Fischer para Alemanha pouco antes da Guerra, acredito que pelas perseguições havidas no país. Moravam em Curitiba, Robert Fischer, era Chefe de um órgão do Governo Alemão, chamado D.A.F (Deutscher Arbeits Front), isto aqui no Brasil.

4) Após o fim do Estado Novo surgiu o Partido de Representação Popular - PRP (1945-1965), legenda responsável por receber grande parte dos antigos camisas-verdes. O senhor saberia dizer se seu avô ingressou na nova legenda?

Não sei se meu avô Richard Burger foi filiado ao Partido e Representação Popular, desconheço, eu mesmo desconhecia este Partido. 

5) Por fim, qual a mensagem que o senhor deixa a todos os jovens que atualmente buscam informações sobre a história do Brasil, em especial do Integralismo? 

Meu conselho aos jovens brasileiros que se interessam pela história do Brasil, especialmente o Integralismo; leitura, muita leitura, especialmente procurar a história não oficial, quase sempre de mãos dadas com a mentira, uma vez identificado a versão mentirosa da história oficial, torna-se quase impossível resistir ao desejo de procurar pela verdade, aconteceu comigo, ao confrontar a história oficial da II Guerra Mundial e a dos Revisionistas de história, tornando-se para mim uma das coisas mais prazerosas em minha vida. 


-------------

Abaixo lista de entrevistados:

Entrevista XXII: Sr. Zigmar Raeder: (http://historia-do-prp.blogspot.com.br/2014/12/serie-entrevistas-xxii-sr-zigmar-raeder.html);

Entrevista XXI: Sr. Alberto de Oliveira: (http://historia-do-prp.blogspot.com.br/2014/11/serie-entrevistas-xxi-sr-alberto-de.html);

Entrevista XX: Sra. Teresinha Gretter: (http://www.historia-do-prp.blogspot.com.br/2014/09/serie-entrevistas-xx-sra-teresinha.html); 

Entrevista XIX: Emanuel Pedro Tauyr: (http://historia-do-prp.blogspot.com.br/2014/05/serie-entrevista-xxi-emanuel-pedro-tauyr.html)

Entrevista XVIII: Luís Felipe Adame Silva: (http://historia-do-prp.blogspot.com.br/2014/05/serie-entrevistas-xviii-luis-felipe.html);

Entrevista XVII - Gustavo Luz Barreto: (http://www.historia-do-prp.blogspot.com.br/2014/05/serie-entrevistas-xvii-gustavo-luz.html);

Entrevista XVI - Antônio Reis Villalobos: (http://historia-do-prp.blogspot.com.br/2014/03/serie-entrevistas-xvi-antonio-reis.html);

Entrevista XV - Sr. Marco Clarke: (http://www.historia-do-prp.blogspot.com.br/2014/01/ficha-tecnica-nome-marco-clarke-estado.html);

Entrevista XIV - Sra. Maria Alice Nardelli Pinto: (http://www.historia-do-prp.blogspot.com.br/2014/01/fichatecnica-nomemaria-alice-nardelli.html);

Entrevista XIII - Sr. Murilo Cesar Luiz Alves: (http://historia-do-prp.blogspot.com.br/2013/12/ficha-tecnica-nome-murilo-cesar-luiz.html);

Entrevista XII: Sr. Marco Antonio Rattes Nunes: (http://historia-do-prp.blogspot.com.br/2013/12/serie-entrevistas-xii-sr-marco-antonio.html)

Entrevista XI: Sra. Ana Carolina Monteiro Porto de Oliveira (http://historia-do-prp.blogspot.com.br/2013/11/serie-entrevistas-xiii-sra-ana-carolina.html)

Entrevista X: Sr. Jeronimo de Araujo (http://historia-do-prp.blogspot.com.br/2013/10/serie-entrevistas-xii-sr-jeronimo-de.html)

Entrevista IX Sra. Lieden Maria de Oliveira Carvalho (http://historia-do-prp.blogspot.com.br/2013/07/ssss.html)

Entrevista  IIIV Sr. Jenyberto Pizzotti  (http://historia-do-prp.blogspot.com.br/2013/06/ficha-tecnica-nome-jenyberto-pizzotti.html)

Entrevista IIV Sra. Maria Novaes (http://historia-do-prp.blogspot.com.br/2013/06/serie-entrevistas-ix-sra-maria-novaes.html)

Entrevista IV Sra. Leda Maria (http://historia-do-prp.blogspot.com.br/2013/01/serie-entrevistas-viii-sra-leda-maria.html)

Entrevista V Sra. Cristina Fontana (http://historia-do-prp.blogspot.com.br/2012/12/serie-entrevistas-vii-sra-cristina_2.html)

Entrevista IV Sr. Cezar Augusto (http://historia-do-prp.blogspot.com.br/2011/03/serie-entrevistas-v-sr-cezar-augusto.html)

Entrevista III Sr. Rufino Levi  (http://historia-do-prp.blogspot.com.br/2011/03/serie-entrevistas-iii-sr-rufino-levi-de.html)

Entrevista II Sr. Antonio de Pádua Franco Ramos (http://historia-do-prp.blogspot.com.br/2011/03/serie-entrevistas-ii-sr-antonio-de.html)

Entrevista I Sr. Antonio Gondim (http://historia-do-prp.blogspot.com.br/2011/02/serie-entrevistas-sr-antonio-gondim.html)

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

"Lançamento do livro: Integralismo, um novo paradigma"

No mês de novembro de 2014 foi disponibilizado para compra o livro "Integralismo, um novo paradigma", de autoria do escritor e cronista Sr. Sérgio Vasconcellos. Segundo o autor "O livro se propõe a abordar a Filosofia Integralista, criada por Plínio Salgado, sob uma perspectiva completamente diferente da visão habitual de tal corrente de pensamento".

Em suas 141 páginas, publicado pela editora Agbook, é possível encontrar textos produzidos durante mais de três décadas de estudos sobre a doutrina do Sigma, espalhados por diferentes periódicos, dentre eles O Integralismo, Renovação Nacional e A Voz do Oeste, que agora fazem parte de uma importante obra indispensável para o estudo do Integralismo. 


Acima imagem da capa do livro publicado, em 2014, pela editora Agbook, localizada em São Paulo - SP,  intitulado "Integralismo, um novo paradigma", de autoria do escritor Sérgio Vasconcellos. 

Os interessados em adquirir este importante estudo sobre o Integralismo, deverão comprar através do endereço: http://www.agbook.com.br/

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

"Vovô Índio, um personagem esquecido do Natal"

O Vovô Índio continua despertando a curiosidade das pessoas que se interessam pela a história e folclore nacional. Há alguns meses, por exemplo, o programa "O Infiltrado", que irá abordar o mundo dos interpretes de Papais Noéis, no canal History Channel, me procurou para falar um pouco sobre o Vovô Índio, personagem criado nos anos 1930, possivelmente pelo escritor Christovam de Camargo.

Ao longo dos anos escrevi sobre o assunto em diferentes postagens e textos presentes na Internet, servindo de fonte para outros autores, que tiveram interesse em abordar um pouco sobre o personagem, sendo possível encontrar imagens pinçadas por mim em periódicos da época, ilustrando e aguçando ainda mais a curiosidade sobre uma figura esquecida do folclore nacional.


Acima imagem publicada no jornal Correio da Manhã, do dia 15 de dezembro de 1932, página 02, no qual aborda o concurso idealizado por Christovam de Camargo para substituir o Papai Noel pelo Vovô Índio. 

Recentemente encontrei no jornal Correio da Manhã mais algumas informações sobre a presença do Vovô Índio no Natal do inicio dos anos de 1930, que compartilho com os leitores, trata-se de uma "carta" escrita pelo Vovô Índio sobre sua impressão do Papai Noel, sugerindo ao seu criador, Christovam de Camargo, que desistisse da "invenção", aconselhando que se continuasse com o Papai Noel, referindo-se ao personagem como um "velho desmoralizado, de barbas postiças de algodão e de saco de emigrante às costas". 


Ilustração do Vovô Índio trabalhando em seu gabinete publicada no jornal Correio da Manhã, do dia 24 de dezembro de 1932, página 03. 

Ao continuar a analise da carta é possível encontrar a sugestão do seu autor indicando que as crianças da época não acreditam mais no principal ícone do natal, o Papai Noel, conforme pode ser observado, "Além disso, é preciso que lhe diga, seu Camargo, que, si você ainda, a estas horas, acredita no Papai Noel ou no Vovô Índio, o mesmo não acontece com a crianças de hoje, que se despedaçam de riso quando lhe contam a celebre anedota da cegonha". O texto se encerra da seguinte forma: "Desculpe o mau jeito e aceite um abraço selvagem deste seu admirador admirado, Vovô Índio". 


Primeira e segunda parte da reportagem intitulada "A opinião de Vovô Índio sobre a sua candidatura a Papai Noel", publicada no no jornal Correio da Manhã, do dia 24 de dezembro de 1932, página 03. 

O curioso texto, além de trazer uma ilustração rara do personagem, é a forma cômica escrita, ridicularizando seu criador e tentando dar por encerrada as discussões que se encontrava aflorada na época, sendo possivelmente o criador da carta o Barão de Itararé, com seu estilo humorístico inconfundível. Outro fato desperta a atenção, e a participação de diferentes artistas no concurso idealizado por Christovam de Camargo, para a escolha de uma interpretação artística do Vovô Índio, conforme diferentes notas nos jornais da década de 1930, dentre eles o jornal Correio da Manhã

 

Terceira parte da reportagem intitulada "A opinião de Vovô Índio sobre a sua candidatura a Papai Noel", publicada no no jornal Correio da Manhã, do dia 24 de dezembro de 1932, página 03. 

Um fato é importante ressaltar ao seu falar sobre o selvícola, as interpretações não ficaram apenas nas ilustrações, a presença de poemas fazendo referencias ao personagem são vastas, tendo diferentes autores publicados trabalhos que falam um pouco sobre o Vovô Índio no Natal brasileiro, como, por exemplo, a de Diogenes de Noronha. Estas interpretações são fundamentais para compreender ainda mais o vasto universo que ele estava inserido, entendendo suas peculiaridades que o destoavam da figura europeia do Papai Noel. 


Poema de autoria do escritor Diogenes de Noronha, sobre o Vovô Índio, publicada no jornal Correio da Manhã, do dia 25 de dezembro de 1935, página 13. 

Para maiores informações sobre o tema, acessem:



quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

"Memória Jaraguaense - A história da Acção Integralista Brasileira escrita por Eugênio Victor Schmockel"

Prezados leitores do blog Populista, recebi recentemente do leitor Sr. José Alberto Barbosa, alguns livros interessantes sobre a história do país, dentre eles: "Caminheiro - uma história perigosa de amor e cuidado", autor Índio Potiguar, "Juca Ruivo - Tradição", de autoria coletiva de José Issac Pilati, José Alberto Barbosa e João Batista Marçal, "Jaraguá do Sul", escrito pelo camisa-verde Emílio da Silva e a obra "Memória Jaraguaense" de  Eugênio Victor Schmockel. 

Dentre todos os livros enviados gentilmente gostaria de recomendar a leitura do livro escrito por Eugênio Victor Schmockel intitulado "Memória Jaraguaense", que faz um apanhado da história do Município referente ao Integralismo brasileiro, com diversas imagens que proporcionam ao leitor a possibilidade de visualizar aspectos únicos do Sigma na localidade, portanto, obra fundamental para a temática. 

Gostaria de agradecer publicamente a gentileza do leitor Sr. José Alberto Barbosa pelo envio das obras, que passam, a partir do dia de hoje, fazer parte do meu acervo pessoal, auxiliando nos estudos da história brasileira. 


Acima capa do livro "Memória Jaraguaense", publicado pela Gráfica e Editora "CP", em 1997, escrito por Eugênio Victor Schmockel.


Acima imagem presente no livro de Eugênio Victor Schmockel, neste registro fotográfico é possível ver o líder Integralista Ricardo Gruenwaldt, com o uniforme, sendo assassinado em 13 de agosto de 1937, em Jaraguá do Sul - SC. 


Registo fotográfico de Integralistas no Distrito de Bananal, atual Município de Guaramirim, realizado em 1935. Esta imagem esta presente na obra escrita por Eugênio Victor Schmockel, sendo identificados o primeiro decurião Antonio Zimmermann, penúltimo João Butschardt Junior e o último o Padre Sebastião Scarzello. 

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

"Tasso da Silveira, um intelectual esquecido no tempo"

Durante a história da Acção Integralista Brasileira - AIB (1932-1937) existiram muitos intelectuais que tiveram suas participações nas fileiras do Sigma esquecidas, em alguns casos até mesmo subtraídas pelos seus biógrafos, este é o caso, por exemplo, do escritor e poeta paranaense Tasso da Silveira (1895-1968). 

As diferentes biografias presentes na Internet sobre o escritor ignoram a sua passagem no Integralismo, desprezando até mesmo que suas obras serviram de fonte para diferentes livros do líder Integralista Plínio Salgado. Outros fatos surpreendem, a completa ausência de informações sobre sua inscrição no Partido de Representação Popular - PRP (1945-1965), além da sua participação na obra "Enciclopédia do Integralismo", coleção responsável por agregar diferentes documentos, estudos e depoimentos sobre o movimento Integralista. 

Um dos diferentes projetos que contou com a colaboração do escritor Tasso da Silveira foi a revista "Cadernos da Hora Presente", responsável por reunir diferentes intelectuais, dentre eles Integralistas, em pleno Estado Novo, com o objetivo de difundir trabalhos e estudos literários, sendo uma importante fonte para compreender o momento político da época. 


Acima matéria publicada no jornal A Razão, n° 29, do dia 5 de novembro de 1936, sobre o ingresso do escritor Tasso da Silveira na Acção Integralista Brasileira - AIB. 

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

"Integralistas, Comunistas e Forças Armadas durante a Revolução Comunista de 1935"

A poucos dias, em 27 de novembro de 2014, oficiais das Forças Armadas, em todo o país, prestaram homenagens aos militares que tombaram durante a conspiração comunista que entrou para história nacional como "Intentona Comunista", ocorrida em 27 de novembro de 1935, que objetivava a retirada de Getúlio Vargas do poder, idealizada pela Aliança Nacional Libertadora, com apoio da Internacional Comunista, tendo como principal figura o líder tenentista Luís Carlos Prestes, eclodindo os levantes nas cidades de Natal, Recife e Rio de Janeiro.

A derrota da revolução, pelas forças do governo, teve como efeito imediato a expansão acentuada da Acção Integralista Brasileira - AIB (1932-1937) por todo o país, devido a inexistência de uma oposição organizada que rivalizasse com movimento do Sigma, o próprio líder dos camisas-verdes, o escritor, poeta e politico Plínio Salgado, numa demonstração de força, disponibilizou a milicia Integralista, para auxiliar as tropas legalistas, porém esse auxilio foi recusado pelo governo.

Recentemente alguns pesquisadores sobre a temática, em conversas informais, passaram a afirmação que alguns militares que tombaram nos confrontos durante a revolução eram Integralistas, infelizmente não encontrei nenhuma prova cabal que indicasse tal afirmação, entretanto, em uma circular, publicada no jornal A Razão, publicação da Província de Minas Gerais da Acção Integralista Brasileira, se faz uma referencia a um comunicado da Chefia Nacional sobre o tema, contudo, sem indicar a presença de camisas-verdes entre os mortos, solicitando que todos os núcleos prestem homenagens aos militares.

O próprio jornal Monitor Integralista, n°22, de 1937, não traz na relação de mártires Integralistas os militares que tombaram na Revolução de 1935, este segundo indicio demonstra que dificilmente havia algum Integralista militar morto pelos comunistas, já que se houvessem seria natural que seus nomes estivessem nas homenagens póstumas dos núcleos Integralistas ou na relação de mortos pelos opositores em um jornal que era identificado como Diário Oficial do Integralismo.


Cabeçalho do jornal A Razão, n°32, ano I, de 26 de novembro de 1936, sobre a Revolução Comunista de 1935.


Acima matéria publicada no jornal A Razão, n°32,  ano I, de 26 de novembro de 1936, sobre a Revolução Comunista de 1935, indicando a circular da Presidência Nacional sobre as homenagens aos militares que tombaram durante os confrontos. 


Na imagem, relação de Mártires Integralistas publicada no jornal Monitor Integralista, n°22, p.3, ano 1937, pouco antes do fechamento da Acção Integralista Brasileira - AIB realizada pelo Estado Novo.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

"Encerramento da exposição Memórias do Integralismo no Vale do Itapocu e Jaraguá do Sul no Museu Emílio da Silva"

No dia 30 de novembro de 2014 encerrou a exposição "Memórias do Integralismo no Vale do Itapocu e Jaraguá do Sul", no Museu Emílio da Silva, localizado na região central de Jaraguá do Sul - SC. Idealizada pelo Prof. Ademir Pfiffer, foram enviadas através do seu intermédio, diferentes peças da minha coleção pessoal para compor a exposição, plurificando os itens que o visitando pode encontrar durante a visita. 

Outro fato importante em ressaltar foi a mesa redonda realizada sobre o Integralismo no dia 12 de novembro de 2014, importante evento responsável por abrir a exposição que teve como objetivo ampliar o debate sobre um tema responsável por contagiar toda a região que deixou profundas marcas ainda hoje encontradas em logradouros públicos e monumentos aos mártires Integralistas que tombaram na região.

Para maiores detalhes sobre a exposição, acesse:


Acima imagem do jornal A Offensiva, Manifesto de Outubro de 1932 e da fotografia do Chefe Provincial da Acção Integralista Brasileira - AIB (1932-1937) no Rio Grande do Sul Dr. Dario Bittencourt. 

terça-feira, 25 de novembro de 2014

"Plínio Salgado fala à Nação em Impressionante Discurso no Teatro Municipal"


Reportagem publicada no jornal A Noite, no dia 31 de novembro de 1946, página 05, com a manchete "O Impressionante discurso do Teatro Municipal, transmitido por uma rêde de trinta e sete emissoras". 

A 2° Convenção Nacional do Partido de Representação Popular - PRP (1945-1965), realizada em 26 de outubro de 1946, foi marcada pelo retorno do líder Integralista Plínio Salgado ao país, após sete anos de exílio em Portugal, sendo eleito Presidente Nacional do partido, além da reformulação do programa exposto pela legenda durante o evento. 

Diversas manifestações, palestras, discursos e artigos nos jornais marcaram a volta do Chefe Nacional da Acção Integralista Brasileira - AIB (1932-1937) ao Brasil, nessas diferentes ações promovidas pelos seus correligionários é possível encontrar alguns discursos que fazem um verdadeiro apanhado histórico sobre as atividades dos camisas-verdes pelo país, sendo, portanto, uma importante fonte para pesquisa. 

Neste contexto, encontrei no discurso proferido por Plínio Salgado logo após o seu regresso ao Brasil uma analise do contexto político social que se encontrava o país durante o surgimento do Integralismo e a participação no teatro de operações na Europa, que marcou o envio da Força Expedicionária Brasileira - FEB para a Itália, demonstrando a presença de camisas-verdes no conflito, que ceifou a vida de inúmeros brasileiros, principalmente com os embates iniciados em 24 de novembro de 1944, objetivando a tomada do Monte Castelo. 

 

Parte da reportagem publicada no jornal A Noite, no dia 31 de novembro de 1946, com o subtitulo "Integralistas Tombados nos Campos da Itália", página 05. 


Parte final da reportagem publicada no jornal A Noite, no dia 31 de novembro de 1946, com o subtitulo "Integralistas Tombados nos Campos da Itália", página 05. 

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

"Parte II: Aspectos da exposição sobre a Acção Integralista Brasileira em Jaraguá do Sul - SC"


Reportagem sobre a mesa redonda "Memória do Integralismo no Vale do Itapocu e Jaraguá do Sul", publicada no Jornal do Vale do Itapocu, em 19 de novembro de 2014, página 03, realizada no dia 12 de novembro de 2014. 

O evento realizado sobre o Integralismo no Museu Histórico Emílio da Silva continua sendo noticia na região de Jaraguá do Sul - SC, na última semana o Jornal do Vale do Itapocu, publicou longa reportagem relatando o debate e mesa redonda ocorrida nas dependências do museu sobre a Acção Integralista Brasileira - AIB (1932-1937) e sua relação com a história social, responsável por reunir uma grande parcela da população em uma legenda política. 

A reportagem aborda ainda a eleição do Prefeito Integralista Leopoldo Augusto Gerent, representado pela sua família, além da presença de outros parentes de camisas-verdes tombados durante os conflitos com seus opositores, dentre eles, as famílias Sacht, Strelow e Nagel, enriquecendo o debate e trazendo a luz um tema frutífero, porém esquecido pela história nacional. 

terça-feira, 18 de novembro de 2014

"Aspectos da exposição sobre a Acção Integralista Brasileira em Jaraguá do Sul - SC"

Os moradores e turistas que visitam a cidade de Jaraguá do Sul - SC já podem encontrar no Museu Histórico Emílio da Silva um pouco sobre a história da Acção Integralista Brasileira - AIB (1932-1937) na região, através da exposição que revela aspectos únicos da trajetória do Sigma em Santa Catarina, estando aberta ao público de terça a sexta-feira, das 8h30 às 11h30 e das 13h às 16h, além dos sábados, das 9 às 12 horas e domingos 16 às 19 horas, entrada gratuita. 


Acima registro fotográfico do uniforme Integralista, utilizado pelos militantes da Acção Integralista Brasileira, tendo ao lado a foto do Integralista Ricardo Gruenwald, assassinado pelos opositores ao Integralismo, durante a década de 1930. 

O confronto entre Integralistas e seus opositores é um dos temas abordados durante a exposição, nela figura a imagem do líder local, o camisa-verde Ricardo Gruenwaldt, assassinado pela autoridade policial, segundo o inquérito aberto na época. Outros objetos também se encontram expostos, dentre eles, a urna utilizada pelos camisas-verdes para depositaram seus votos, responsável por eleger o triunvirato em Jaraguá do Sul, sendo um importante ícone da democracia nas fileiras Integralistas. 

 

Acima imagem dos livros, ABC do Integralismo e Doutrina do Sigma, expostos durante a exposição sobre o Integralismo em Jaraguá do Sul - SC. 

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

"Debate sobre o Integralismo no Vale do Itapocu e Jaraguá do Sul"

Conforme amplamente divulgado nas redes sociais e na mídia de Jaraguá do Sul - SC, ocorreu no dia 12 de novembro de 2014, às 19:30 horas, no Museu "Emílio da Silva", a mesa-redonda sobre o Integralismo no Vale do Itapocu e Jaraguá do Sul. O evento idealizado pelo Prof. Ademir Pfiffer foi responsável por realizar um verdadeiro resgate da memória regional, com a presença de familiares e pesquisadores sobre a temática. 

Durante a palestra os presentes puderam além de trocar informações e experiencias familiares sobre o Integralismo no interior de suas famílias; visitarem a exposição, que se encontra no museu sobre a Acção Integralista Brasileira - AIB (1932-1937), que por coincidência do destino, se encontra no museu Emílio da Silva, político Integralista, que dedicou sua vida à pesquisa e o magistério.

Gostaria publicamente de agradecer o convite feito pelo Prof. Ademir Pfiffer em compor a mesa-redonda destina a expor os aspectos singulares da história do Integralismo na região, um evento sem paralelo na história recente da municipalidade que espero ser responsável por um verdadeiro resgate da história regional, além da Sra. Teresinha Gretter, neta do mártire Integralista Sr. Ferdinando Sacht.


Acima imagem parcial do público presente durante o evento "Memórias do Integralismo no Vale do Itapocu e Jaraguá do Sul - SC". 


Acima do público presente durante o evento "Memórias do Integralismo no Vale do Itapocu e Jaraguá do Sul - SC". 

Para maiores informações sobre a exposição referente ao Integralismo presente no museu, acesse: http://www.jdv.com.br/noticia/1501/museu-recebe-exposicao-sobre-o-integralismo

Neste link o leitor pode ter acesso a entrevista realizada pela Rádio Jaragua com o Prof. Ademir Pfiffer sobre o evento: http://www.jaraguaam.com.br/variedades/noticias/memorias-do-integralismo-do-vale-do-itapocu-e-jaragua-do-sul-sera-tema-de-mesa-redonda


Reportagem sobre a exposição e mesa-redonda referente ao Integralismo no Vale do Itapocu e Jaraguá do Sul - SC. Na imagem o Prof. Ademir Pfiffer expõe os aspectos ligando a história do movimento a região. 

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

"Exposição e mesa-redonda Memórias do Integralismo no Vale do Itapocu e Jaraguá do Sul"


Acima convite divulgado pelo Museu Histórico "Emílio da Silva" sobre a exposição e mesa-redonda "Memórias do Integralismo no Vale do Itapocu e Jaraguá do Sul". 

Recentemente convidei os leitores do blog Populista para assistirem a defesa do meu trabalho na Universidade Estadual do Rio de Janeiro - UERJ, durante a Semana de História, aproveito a oportunidade que o canal dispõe para realizar um novo convite. Trata-se da exposição e mesa-redonda intitulada "Memórias do Integralismo no Vale do Itapocu e Jaraguá do Sul", evento realizado pelo Museu "Emílio da Silva", com o apoio da Prefeitura Municipal. 

Através da administração do museu fui convidado para organizar uma mesa redonda sobre o Integralismo que abordará os 78 anos de história do movimento responsável por gerar profundas marcas na região, no dia 12 de novembro de 2014, às 19:30 horas, na Avenida Marechal Deodoro da Fonseca, n° 247, Praça Ângelo Piazera, além de ceder parte do acervo pessoal para exposição sobre o Integralismo que irá ocorrer no museu local do debate, aberto ao público. 


Imagem de divulgação da exposição "Memórias do Integralismo no Vale do Itapocu e Jaraguá do Sul", realizada no Museu Emílio da Silva, em Jaraguá do Sul - SC. 



sexta-feira, 7 de novembro de 2014

"Fundo Plínio Salgado incluído no Programa Memória do Mundo 2014"

O Programa Memória do Mundo, idealizado pela Unesco, é responsável por identificar documentos que tenham valor de patrimônio documental da humanidade, todos os anos diversos Arquivos Públicos se inscrevem na tentativa de inserir seus acervos no Registro Internacional de Patrimônio Documental, de responsabilidade do comitê internacional composto por diferentes especialista. 

Em 2014 foram escolhidos diferentes acervos, dentre eles o Fundo Plínio Salgado, pertencente ao Arquivo Público e Histórico de Rio Claro, localizado no interior de São Paulo. O reconhecimento do acervo se contrapõe a recentes declarações do atual Prefeito da cidade que em uma declaração estapafúrdia afirmou que "sentia vergonha de ser rio-clarense uma vez que o acervo do integralismo nacional estava sob a custódia do Arquivo Municipal".

Diferente do que o Prefeito imagina o Arquivo Público e Histórico de Rio Claro é responsável por guardar um importante patrimônio da história do país, valorizando e conservando recebendo o reconhecimento e estimulando a preservação ao despertar para a importância e o valor do conjunto documental que compõe o Fundo Plínio Salgado. 

Para maiores informações, acesse: www.guiarioclaro.com.br/materia.htm?serial=206004802


Acima imagem da aprovação do Fundo Plínio Salgado no Programa Memória do Mundo 2014 (Fonte: Unesco). 


quarta-feira, 5 de novembro de 2014

"Lançamento do livro Dos Papéis de Plínio em Santo André - SP"

Prezado leitores do blog Populista, ontem, dia 04 de novembro de 2014, às 19 horas, foi lançado na Casa da Palavra Mário Quintana, localizado em Santo André - SP, o livro "Dos Papéis de Plínio - contribuições do Arquivo de Rio Claro para a Historiografia Brasileira", importante obra produzida com base no fundo Plínio Salgado, um dos maiores acervos do país referente ao Integralismo brasileiro. 

A obra organizada pelo Prof. Dr. Renato Alencar Dotta, um dos principais articuladores do Grupo de Estudos sobre o Integralismo - GEINT e a Diretora do Arquivo Público de Rio Claro Sra. Maria Teresa de Arruda Campos é imprescindível para o estudo do tema, não apenas pelos seus diferentes artigos presentes na obra, mais também as diversas imagens que compõem uma fração do acervo que se encontra no arquivo.

Para os interessados em adquirir esta importante obra, entrem em contato pelo endereço: wwwaphrioclaro.sp.gov.br

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

"Série Entrevistas XXI: Sr. Alberto de Oliveira"

Ficha Técnica
Nome: Alberto de Oliveira
Filiação: Ednilson de Oliveira e Vera Lúcia Vaz de Lima Oliveira
Estado: São Paulo - SP
Profissão: Historiador

Entrevista realizada no mês de novembro de 2014 pelo pesquisador Guilherme Jorge Figueira com o bisneto do Veterano da Acção Integralista Brasileira  - AIB (1932-1937)  Sr. Horácio Alves Filho.

1) Sr. Alberto Oliveira, quais são as primeiras lembranças do senhor referente ao seu bisavô? O senhor poderia contar como a memória do veterano é tratada na sua família?

Não conheci meu bisavô, pois ele falece nos meus primeiros meses de vida. Sua presença, porém, sempre esteve muito presente através de fotografias e histórias contadas pela minha avó paterna, filha dele, e por meu pai. 

As histórias sobre ele sempre foram muito positivas. Minha avó era muito ligada a ele e meu pai também. Um dia, interessado pelo Integralismo, soube através deles que meu bisavô tinha sido Integralista e que inclusive, existiam fotografias dele usando o uniforme Integralista, mas elas tinham sido jogadas fora por um irmão da minha avó sem que ela soubesse. Não por razões políticas, mas falta de interesse mesmo em zelar pela memória da família. Então, nunca pude ver essas fotografias. 

2) Seu bisavô, como muitos outros jovens do período fez parte da Acção Integralista Brasileira, por qual motivo o senhor acredita que ele fez parte desse movimento social-político?

Para meu pai, foi por idealismo. ele era getulista convicto. Apesar disso, ele comentava sempre o fato de que, para ele, Getúlio Vargas "usou" os Integralistas e não lhes deu o devido valor. Ainda assim, sua admiração por Getúlio nunca foi afetada. 

3) As perseguições politicas, sociais ou profissionais eram algo comum praticado pelo Estado Novo (1937-1945). Infelizmente muitos Integralistas e seus familiares passaram por esse processo. houve algum caso deste tipo referente ao seu bisavô ou familiares? Poderia falar um pouco sobre? 

Não que eu tenha conhecimento. Meu bisavô sempre morou em Jundiaí, cidade que na época, era ainda mais interiorana do que atualmente. Isso deve ter contribuído para que ele não estivesse no alvo das perseguições e conseguisse se retirar da vida política discretamente. 

4) Após o fim do Estado Novo surgiu o Partido de Representação Popular - PRP (1945-1965), legenda responsável por receber grande parte dos antigos camisas-verdes. O senhor saberia dizer se seu bisavô ingressou na nova legenda?

Ele não ingressou nessa nova legenda. nos anos 1950, ele se converteu a uma religião evangélica e passou a ser pastor da mesma, abandonando totalmente as atividades políticas. 

5) Por fim, qual a mensagem que o senhor deixa a todos os jovens que atualmente buscam informações sobre a história do Brasil, em especial do Integralismo?

Acho que de grande importância, para quem não viveu os fatos no momento em que eles aconteciam, um profundo estudo sobre o assunto, despido de preconceitos, para melhor entendimento da história do Brasil e do movimento em si. Tenho a impressão que o Integralismo ainda é tabu para muita gente e não foi devidamente dissecado e analisado, principalmente na educação que se recebe nas escolas.  

Assim, os jovens que se interessam pelo assunto dever ter a mente aberta para que possam compreender a história do Brasil e o Integralismo sem a influência de opiniões preconcebidas e mal informadas. 

-------------

Abaixo lista de entrevistados:

Entrevista XXI: Sr. Alberto de Oliveira: (http://historia-do-prp.blogspot.com.br/2014/11/serie-entrevistas-xxi-sr-alberto-de.html);

Entrevista XX: Sra. Teresinha Gretter: (http://www.historia-do-prp.blogspot.com.br/2014/09/serie-entrevistas-xx-sra-teresinha.html); 

Entrevista XIX: Emanuel Pedro Tauyr: (http://historia-do-prp.blogspot.com.br/2014/05/serie-entrevista-xxi-emanuel-pedro-tauyr.html)

Entrevista XVIII: Luís Felipe Adame Silva: (http://historia-do-prp.blogspot.com.br/2014/05/serie-entrevistas-xviii-luis-felipe.html);

Entrevista XVII - Gustavo Luz Barreto: (http://www.historia-do-prp.blogspot.com.br/2014/05/serie-entrevistas-xvii-gustavo-luz.html);

Entrevista XVI - Antônio Reis Villalobos: (http://historia-do-prp.blogspot.com.br/2014/03/serie-entrevistas-xvi-antonio-reis.html);

Entrevista XV - Sr. Marco Clarke: (http://www.historia-do-prp.blogspot.com.br/2014/01/ficha-tecnica-nome-marco-clarke-estado.html);

Entrevista XIV - Sra. Maria Alice Nardelli Pinto: (http://www.historia-do-prp.blogspot.com.br/2014/01/fichatecnica-nomemaria-alice-nardelli.html);

Entrevista XIII - Sr. Murilo Cesar Luiz Alves: (http://historia-do-prp.blogspot.com.br/2013/12/ficha-tecnica-nome-murilo-cesar-luiz.html);

Entrevista XII: Sr. Marco Antonio Rattes Nunes: (http://historia-do-prp.blogspot.com.br/2013/12/serie-entrevistas-xii-sr-marco-antonio.html)

Entrevista XI: Sra. Ana Carolina Monteiro Porto de Oliveira (http://historia-do-prp.blogspot.com.br/2013/11/serie-entrevistas-xiii-sra-ana-carolina.html)

Entrevista X: Sr. Jeronimo de Araujo (http://historia-do-prp.blogspot.com.br/2013/10/serie-entrevistas-xii-sr-jeronimo-de.html)

Entrevista IX Sra. Lieden Maria de Oliveira Carvalho (http://historia-do-prp.blogspot.com.br/2013/07/ssss.html)

Entrevista  IIIV Sr. Jenyberto Pizzotti  (http://historia-do-prp.blogspot.com.br/2013/06/ficha-tecnica-nome-jenyberto-pizzotti.html)

Entrevista IIV Sra. Maria Novaes (http://historia-do-prp.blogspot.com.br/2013/06/serie-entrevistas-ix-sra-maria-novaes.html)

Entrevista IV Sra. Leda Maria (http://historia-do-prp.blogspot.com.br/2013/01/serie-entrevistas-viii-sra-leda-maria.html)

Entrevista V Sra. Cristina Fontana (http://historia-do-prp.blogspot.com.br/2012/12/serie-entrevistas-vii-sra-cristina_2.html)

Entrevista IV Sr. Cezar Augusto (http://historia-do-prp.blogspot.com.br/2011/03/serie-entrevistas-v-sr-cezar-augusto.html)

Entrevista III Sr. Rufino Levi  (http://historia-do-prp.blogspot.com.br/2011/03/serie-entrevistas-iii-sr-rufino-levi-de.html)

Entrevista II Sr. Antonio de Pádua Franco Ramos (http://historia-do-prp.blogspot.com.br/2011/03/serie-entrevistas-ii-sr-antonio-de.html)

Entrevista I Sr. Antonio Gondim (http://historia-do-prp.blogspot.com.br/2011/02/serie-entrevistas-sr-antonio-gondim.html)

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Aspectos da IX Semana de História Política da UERJ: Apresentação do Trabalho Memória de Família: a História de militância da família Integralista Vasconcellos"

No dia 23 de outubro de 2014, às 14:00 horas, foi apresentado por mim, durante a IX Semana de História Política da UERJ, o trabalho "Memória de Família: a História de militância da família Integralista Vasconcellos". Durante 15 minutos foi possível expor aos presentes um pouco sobre o trabalho responsável por trazer aspectos únicos para a pesquisa temática, priorizando a fonte oral, muitas vezes renegada para segundo plano.

Após a apresentação do trabalho ocorreu uma mesa redonda, onde todo o público e os pesquisadores que apresentaram seus trabalhos no Simpósio Temático Era Vargas puderam debater o período como um todo, ampliando o dialogo e enriquecendo ainda mais o tema, trocando informações e experiencias sobre suas diferentes linhas de pesquisa. 

Gostaria publicamente de agradecer aos amigos presentes, os entrevistados e ao Sr. Sergio Vasconcellos, fruto da minha pesquisa, que gentilmente concedeu a referida entrevista peça fundamental para poder criar o trabalho apresentado. 


Imagem da apresentação do pesquisador Rafael Nascimento Gomes, durante a exposição do trabalho "As relações entre Brasil e Uruguai durante a década de 1930".

Abaixo lista de trabalhos apresentados ST "Era Vargas", 23/10/2014:

- Onde ser nacionalista não era elogio: O Clube Militar, a imprensa e a Guerra da Coreia (Axel Semm)
- Território Federal de Ponta Porã: O Brasil de Vargas e a Marcha para Oeste (Camila Comerlato Santos)
- Os autonomistas e os poderes locais na Bahia durante o Governo Vargas (Eliana Evangelista Batista)
- Partidos políticos em Minas Gerais e estratégias políticas de Getúlio Vargas: análise da trajetória política de Virgílio de Mello Franco (1930-1934) (Flavia Salles Ferro)
- Memórias de Família: a história de militância da família Integralista Vasconcellos (Guilherme Jorge Figueira)
- As relações entre Brasil e Uruguai durante a década de 1930 (Rafael Nascimento Gomes)
- São Luís e os modelos citadinos: O projeto modernizante da cidade no contexto do Estado Novo (Marcelo Lima Costa)
- O instituto do concurso público no Governo Provisório (1930-1934): A resultante da tensão dos movimentos sociais da década de 1920-30, Estado e campo político (Rodrigo Pereira da Silva). 

terça-feira, 21 de outubro de 2014

"Chamada para a IX Semana de História Política da UERJ: Apresentação do Trabalho Memória de Família: a História de militância da família Integralista Vasconcellos"

Prezados leitores do blog Populista, venho lembrar a todos que no dia 23 de outubro, às 14:00 horas, será apresentado o trabalho de minha autoria intitulado "Memória de Família: a História de militância da família Integralista Vasconcellos", na Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ, campus Maracanã, 9° andar, sala RAV92. 

A apresentação do trabalho é uma ótima oportunidade para se conhecer um pouco mais sobre a história do Integralismo, em suas diferentes fases, vivenciada por pessoas que estiveram a frente em suas fileiras. Aproveito a oportunidade para informar que o evento é gratuito, qualquer duvida, entre em contato pelo e-mail: guilhermejorgefigueira@gmail.com


Acima imagem dos programas, criado pela comissão organizadora, da IX Semana de História Política da Universidade Estadual do Rio de Janeiro. 

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

"Lançamento do livro: Presos Políticos e Perseguidos Estrangeiros na Era Vargas"

As atrocidades praticadas pelo Estado Novo (1937-1945) foram amplamente divulgadas pelo escritor, jornalista e compositor David Nasser (1917-1980), através do livro "Falta alguém em Nuremberg", publicada em 1947, importante obra responsável por dar publicidade aos crimes cometidos pela polícia política de Vargas, comandada por Filinto Müller (1990-1973), que tornou a tortura uma política de Estado.  

A Comissão da Verdade, órgão criado para investigar os crimes cometidos pelos regimes autoritários presentes na história contemporânea do país parece que esqueceu do trabalho investigativo produzido pelo escritor, entretanto, será lançado no dia 29 de outubro de 2014, quarta-feira, a partir da 19 horas, na Blooks Liveraria, localizada na Praia de Botafogo, n°316, o lançamento do livro "Presos Políticos e perseguidos Estrangeiros na Era Vargas", uma interessante obra que contem diversos artigos sobre o período. 


Acima imagem de divulgação do lançamento do livro "Presos Políticos e perseguidos Estrangeiros na Era Vargas".

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

"79 anos do 1° Congresso Meridional Integralista em Blumenau - SC"


Acima imagem do jornal A Offensiva, de 05 de outubro de 1935, página 01, sobre o 1° Congresso Meridional Integralista, ocorrido em Blumenau - SC. 

O 1° Congresso Meridional de Blumenau, realizado na cidade de Santa Catarina, pela Acção Integralista Brasileira - AIB (1932-1937) reuniu mais de 10.000 pessoas, para segundo as páginas do jornal A Offensiva: "(...) dar um recado ao governo de Santa Catarina e a mais quantos interessar possa, quer ainda prosseguir na obra do congraçamento dos camisas-verdes num contacto mias estreito entre os filhos deste paiz que tem tamanho de continente, e destino de contino". 

Realizado com o objetivo de comemorar o primeiro aniversário do massacre do largo da Sé, conhecido pela historiografia especializada como "Batalha da Praça da Sé", e de morte dos mártires Nicola Rosica, Jayme Guimarães e Caetano Spinelli, segundo o jornal: "(...) o primeiro chacinado pelos sicarios vermelhos de Bauru, os outros victimas dos assassinos pela horda comunista, tendo pela rectaguarda forças occultas, secretas e negadores do Brasil". 

A alguns meses disponibilizei aos leitores o link de um raro registro cinematográfico do evento, nesta película é possível assistir aspectos curiosos sobre o 1° Congresso Meridional, que contou com a participação de diferentes provinciais do país, além da presença ilustre dos Chefes Provinciais: Anôr Bittencourt (Rio Grande do Sul), Otto Gama D´Eça (Santa Catarina), Vieira de Alencar (Paraná), Marcel da Silva Telles (São Paulo), Barbosa Lima (Guanabara), Raymundo Padilha (Rio de Janeiro), Olbiano Mello (Minas Gerais) e João Linhares (Espirito Santo). 

Além da presença de lideranças do Sigma o Chefe Nacional da Acção Integralista Brasileira Plínio Salgado marcou presença, com a sua filha, presidindo o Congresso de Blumenau, encerrando os trabalhos é reforçando o titulo de cidade Integralista concedido à região, em 20 de novembro de 1934.


Acima pim conferido aos participares do 1° Congresso Meridional Integralista, ocorrido em Blumenau - SC, em destaque o Sigma, principal simbolo Integralista.

Para maiores informações, acesse: http://historia-do-prp.blogspot.com.br/2014/03/filme-inedito-sobre-historia-da-accao.html

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

"Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro comemora 175 anos com publicação sobre o seu acervo"


Acima imagem da capa do livro intitulado "Brasiliana IHGB 175" sobre o acervo do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (Fonte: IHGB). 

O Instituto Histórico Geográfico Brasileiro neste mês comemora 175 anos da sua fundação. Com o objetivo de marcar esta data foi lançado o livro "Brasiliana IHGB 175" sobre um dos mais ricos e plurais acervos do país. As centenas de milhares de matérias presentes nos arquivos do instituto são expostos nas 700 páginas e 2.300 imagens da publicação, proporcionando ao leitor a possibilidade de conhecer um pouco mais sobre esta importante entidade. 

Como não podia deixar de estar presente através da publicação é possível encontrar algumas peças inéditas desta imensa coleção, dentre elas alguns objetos de diferentes campanhas políticas, como a do candidato presidenciável Plínio Salgado, que concorreu ao cargo máximo da federação durante a década de 1950, além de outros itens.


Acima imagem de propagandas políticas de diferentes períodos, destaque para a caixa de fosforo, um dos diferentes ícones da campanha de Plínio Salgado para Presidência da República, em 1955 (Fonte: IHGB). 

Para conhecer um pouco mais sobre a publicação organizada pelo pesquisador Pedro Corrêa do Lago, acesse: http://oglobo.globo.com/brasil/do-broche-de-floriano-vassourinha-de-janio-em-campanhas-eleitorais-14144172

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

"Manifesto da Acção Integralista Brasileira comemora aniversário de 82 anos"


Acima manifesto original da Acção Integralista Brasileira - AIB (1932-1937) publicado pela secção gráfica da Escola de A. Artifices, localizada na Bahia - BA.

No último dia 07 de outubro de 2014 se comemorou o aniversário de 82 anos do documento de lançamento da Acção Integralista Brasileira - AIB (1932-1937), escrito por Plínio Salgado e publicado pela primeira vez em São Paulo - SP. Responsável por conquistar os corações e mentes de diferentes gerações de brasileiros, a data é marcada pelo silêncio da mídia e revistas especializadas que ignoram o marco histórico de um fenômeno social e político que foi capaz de arrebatar mais de 1 milhão de seguidores em todo território nacional. 

Segundo o veterano da Acção Integralista Brasileira e do Partido de Representação Popular - PRP (1945-1965) Arcy Lopes Estrella, em seu texto publicado no boletim Alerta de outubro de 2000: "(...) em apenas 7 anos de prática o Negro, deixava de ser um discriminado pela cor, para ser o irmão que vivia, lado a lado com o professor, o médico, o doutor, o civil e o militar/ a Mulher até então, apenas ocupante do lar, passa a ser educadora na Sociedade, a funcionária pública, a aviadora, a motorista, a juíza e até nos últimos tempos, também, deputadas e governadoras. Queiram ou nao queiram, a mulher de hoje, honram a blusa verde que vestiram, lado a lado com os homens de todas as classes (...)"

Nessas poucas linhas fica a lembrança da data, importante marco histórico, marcado pela marcha na cadência da força de sua doutrina e no idealismo dos camisas-verdes, responsáveis por conduzir o primeiro movimento politico nacional da história do país, pagando em muitos casos com o próprio sangue, tombando no campo da honra, vitimas do seu grande amor pelo Brasil. 

Para maiores informações, acesse: 

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

"O Partido de Representação Popular e a Reforma Agrária no Brasil"


Acima capa do Projeto de Lei n°277/63 de autoria do Deputado Federal Plínio Salgado, apresentado na Comissão de Constituição e Justiça - CCJ (Fonte: Câmara dos Deputados).

Em uma das minhas primeiras postagens no blog Populista abordei a questão fundiária brasileira, comentando o Projeto de Lei n°277/63 de autoria do Deputado Federal Plínio Salgado. Para minha surpresa houve muitos acessos nesta postagem, gerando até mesmo curiosidade aos leitores quanto ao teor da proposta, defendida durante toda a trajetória política de Salgado.

Em seu Art. 1° o Projeto de Lei dispõe a seguinte definição: "Define-se a presente Lei de Reforma Agrária como uma fixação de normas para rever as relações jurídicas, econômicas e sociais, relativas à propriedade agro-pecuária e ao trabalho rural, visando mais justa distribuição o melhor aproveitamento da terra e da renda, de forma a garantir ao homem rurícola condições de vida dignas e à Nação o aproveitamento integral de todas as suas forças no sentido de um desenvolvimento harmônico". 

As primeiras palavras da proposta do Presidente Nacional do Partido de Representação Popular - PRP (1945-1965) são claras, indicando principalmente seu objetivo, harmonizar os conflitos de terra presentes no período responsáveis por ceifar as vidas de inúmeros trabalhadores ruais. Outro fator primordial do projeto é o desenvolvimento da agricultura no país, valorizando a economia rural, sem esquecer de proporcionar condições dignas para o trabalhador. 


Acima parte do Projeto de Lei n°277/63 de autoria do Deputado Federal Plínio Salgado, apresentado na Comissão de Constituição e Justiça - CCJ (Fonte: Câmara dos Deputados).


Acima as assinaturas da bancada do Partido de Representação Popular, proposto no dia 26 de abril de 1963. Na imagem as assinaturas dos Deputados Federais Plínio Salgado, Abel Rafael, Ivan Luz, Oswaldo Zanello, Rubem Nogueira e Afonso Anschau (Fonte: Câmara dos Deputados).

Para conhecer o projeto na integra, acesse: